Após paralisação, Agentes de Endemias de Ouricuri conquistam o 14° salário

sindsep e prefeito cezar

Nesta segunda-feira (18), os Agentes de Endemias de Ouricuri acompanhados de representantes da Diretoria do SINDSEP estiveram na Sede da Prefeitura de Ouricuri para tentar falar com o Governo Municipal sobre o pagamento do incentivo adicional, popularmente conhecido como 14º salário.

A decisão foi tomada em Assembleia na última quinta-feira (14) pelos ACEs em realizar três dias de paralisação e a partir daí deliberar sobre uma possível greve geral. Durante a manifestação, o expediente dos servidores seria dentro da Prefeitura até serem recebidos pelo Gestor Municipal.

Conforme combinado, os ACEs compareceram em massa para a manifestação e se posicionaram defronte a prefeitura por cerca de uma hora. Por orientação do Sindicato, entraram na prefeitura, onde aguardavam uma posição do prefeito Cezar de Preto (PSB). Após uma hora de espera, o prefeito convidou os servidores e o SINDSEP para o seu gabinete, onde se deu a negociação.

O gestor disse que estava em viagem durante a semana da Assembleia e aguardava apenas a realização da prova do concurso público para resolver a questão dos ACEs.

A presidenta do SINDSEP, Espedita Ribeiro disse que havia enviado diversos ofícios ao Governo Municipal desde o início do ano e que nenhum havia sido respondido pela prefeitura. Então, os servidores em Assembleia decidiram ir a luta pelo 14º salário e que o Sindicato, como sempre, deu total apoiou a manifestação.

Ao final da reunião, que durou cerca de 40 minutos, o prefeito Cezar se comprometeu em enviar o projeto de lei à Câmara de Vereadores até sexta-feira (22) e com a aprovação no legislativo agilizar o pagamento do incentivo adicional.

O Sindicato cobrou ainda a expedição da Certidão de Tempo de Serviço-CTS para os ACEs, que são os únicos servidores efetivos que ainda não recebem quinquênios e mudança de faixas e classes no Plano de Cargos e Carreiras (PCC). Quando efetivados em 2014, a maioria deles já tinha tempo de serviço prestado à prefeitura. Esse tempo serve para quinquênios, PCC e aposentadoria, mas somente com a CTS poderão ter acesso aos benefícios. Os servidores já enviaram ao Setor Pessoal a documentação exigida, mas, passado um ano, nenhuma Certidão foi emitida. (Do SINDSEP – Ouricuri)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.