TIM abre oportunidade para empreendedores em Ouricuri e Bodocó, no Sertão do Araripe

Os serviços de telecomunicação se tornaram ainda mais essenciais durante o período de distanciamento social. Para estar ainda mais próxima dos clientes e atender à alta da demanda, a TIM está buscando parceiros comerciais para abertura de novas lojas em sete estados da região Nordeste. Em Pernambuco, a companhia pretende aumentar a capilaridade com novas unidades nas cidades de Arcoverde, Bodocó, Ouricuri, Pesqueira, Goiana e Carpina.

A oportunidade é para empreendedores com foco em tecnologia e inovação, que tenham perfil de investidor e que já possuam ou tenham disponibilidade para abertura de CNPJ. Vale destacar que as lojas parceiras da TIM precisam ter uma equipe formada a partir de três funcionários, a depender do tamanho e da localização do espaço.  Entre os benefícios oferecidos pela operadora estão o apoio ao desenvolvimento do negócio, programa de treinamento e reciclagem e visibilidade da marca. Os interessados devem fazer contato pelo e-mail luciene.barros@timbrasil.com.br. (Por Tais Paranhos)

Bodocó disponibiliza serviço de contracheque online para os servidores públicos

Funcionários públicos municipais de Bodocó-PE, no Sertão do Araripe, passaram a contar com um serviço de conveniência muito importante nesse período de distanciamento social. A prefeitura começou a disponibilizar os contracheques online. O serviço foi viabilizado em convênio com o grupo Fasitec.

Para ter acesso a todas as informações sobre o salário, o servidor deve acessar o site da prefeitura e clicar no link “Contracheques”. No primeiro acesso são requisitados campos de login e senha com o número do CPF. Imediatamente será gerado um código de acesso para que uma nova senha seja digitada.

Além dos dados da remuneração, o sistema também permite consultas à margem de empréstimo consignado, evitando que o funcionário faça essa solicitação de forma física no Setor de Pessoal da prefeitura.

Bodocó: Menores são apreendidos suspeitos de furtar perfumaria

Foto: divulgação Polícia Civil de PE

Por  Roberto Gonçalves

Policiais Civis da 24a Desec e Policiais Militares lotados no 7º BPM, em operação conjunta, realizada no dia de ontem, 17/02/2021, após receberem informações de as pessoas de iniciais A.R.C.R, D.O.R, V. E. S.S e A.N.S, sendo três menores, e um maior de idade, todos residentes na cidade de Bodocó, teriam realizado um furto de um perfumaria no Distrito de Timorante, Exu-PE. Na ação criminosa foram localizados diversos objetos entre bolsas, perfumes, joias, etc.

Nas diligências os elementos foram localizados e confessaram participação no furto ocorrido na cidade de Exu. Os quatro envolvidos, foram apresentados na Delegacia de Bodocó, e diante da impossibilidade de apreensão/autuação, vez que o crime foi praticado há três dias, foram instaurados os devidos procedimentos cabíveis por meio de portaria.

As ações continuam com o intuito de repelir as ocorrências de furto e roubo nas cidades que compõe a Região do Araripe.

Sesc Ler Bodocó oferece vagas gratuitas para EJA

O Sesc Ler Bodocó está com matrículas abertas até o dia 30 de janeiro para turmas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA). As inscrições podem ser feitas na Central de Relacionamento com o Cliente, localizada a Rua Luzia Couto Lóssio de Alencar, s/n, no bairro São Francisco. O início das aulas está previsto para o dia 3 de fevereiro.

O ingresso nas turmas da EJA é totalmente gratuito. Estão sendo oferecidas vagas para Alfabetização, Ciclo 1 e Ciclo 2. A EJA tem por objetivo possibilitar a continuidade para quem não concluiu os estudos no tempo regular. Além de não ter custo com a mensalidade, o aluno recebe material didático, fardamento e lanche nos dias de aula. Para se inscrever, é necessário ter a partir de 15 anos de idade, apresentar cópia de RG, CPF ou Certidão de Nascimento, cópia do comprovante de residência e foto 3×4.

Em Bodocó, mulher ameaça vizinho que reclamava do som alto e é presa por desacatar policiais

Uma mulher foi presa em Bodocó-PE, Sertão do Araripe, na madrugada desta sexta-feira (15), por perturbação do sossego e desacato a policiais. O fato ocorreu na Rua José Marques, Bairro São Francisco, área central da cidade.

De acordo com o boletim do 7º Batalhão de Polícia Militar (BPM), a acusada – de 28 anos – estava em sua residência ouvindo som em volume acima do permitido. Além disso, ela ameaçava o vizinho, de 30 anos, que reclamava do barulho.

Acionados ao local, os PMs foram recebidos com hostilidade pela mulher, que os xingou e desobedeceu ordens da equipe, sendo necessário o uso de algemas para contê-la. O fato foi apresentado na delegacia local, onde foi assinado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Dois filhos de Bodocó fazem história política no Maranhão

Dois filhos de Bodocó no Sertão pernambucano, constroem uma história política de respeito no estado do Maranhão. Erlânio Xavier (PDT) e Júnior Xavier (PDT) ambos eleitos como prefeito em duas cidades da Região do Médio Mearim, no Maranhão.

Erlânio Xavier (PDT) foi reeleito na cidade de Igarapé Grande com 5.362 votos (84,44%) contra 988 votos (15,56%) da candidata da oposição, Jacinta.

Júnior Xavier (PDT) foi eleito na cidade de Bernardo do Mearim com 3.022 votos (73,78%) dos votos. Ele derrotou Leia Pereira, que ficou em segundo lugar com (26,22%) 1.074 votos.

Júnior Xavier já foi o vereador mais votado nas eleições de 2012 no município de Igarapé Grande com 637 votos (9, 63%).

Em 2016 ele conseguiu eleger seu filho João Victor Xavier, na cidade natal, Bodocó-PE como o vereador mais votado com 1. 101 votos (5,34%). E agora aumentando mais ainda a força política da família a mãe de Erlânio Xavier e Júnior Xavier, Lucinha Xavier (PDT) foi eleita como vice na chapa do prefeito Doutor Otávio (PSB) que venceu as eleições em Bodocó com 10. 592 votos (52,50%), derrotando o atual prefeito Túlio Alves que obteve 9. 583 Votos (47,50%). (Por AF News)

Filho é preso com foice na zona rural de Bodocó após ameaçar o próprio pai

Um caso de violência doméstica na zona rural de Bodocó (PE), Sertão do Araripe, terminou na prisão de um jovem de 25 anos. Ele é acusado de ameaçar de morte, com uma foice, o próprio pai, de 56. A ocorrência foi registrada no Sítio Araruna, por volta das 17h40 de ontem (8).

De acordo com o boletim do 7º Batalhão de Polícia Militar (BPM), a vítima se escondeu na casa de vizinhos até a chegada da equipe policial. O jovem foi conduzido à delegacia local, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). (Por Carlos Britto)

Ônibus escolar da prefeitura de Bodocó é apreendido fazendo transporte irregular de passageiros

Um ônibus escolar com placa de Bodocó, no Sertão de Pernambuco, foi apreendido nesta quarta-feira (14), por fiscais da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), próximo ao município de Crato, no Ceará. De acordo com os fiscais, o veículo fazia transporte irregular de passageiros.

“Foi apreendido esse veículo, fazendo transporte irregular de passageiros. Ele é da prefeitura de Bodocó, interior de Pernambuco. Estava levando pessoas para fazer exames médicos, fazendo a cobrança de R$ 25, por passageiro, em um total de 25 passageiros”, afirma Antoniel dos Reis, fiscal da ANTT.

O secretário de educação de Bodocó estava no ônibus e todos foram levados para à sede da Polícia Federal, em Juazeiro do Norte. A fiscalização da ANTT faz parte da operação Pascal, que está sendo feita em todo o país. “O carro foi retido e trazido aqui para a Polícia Federal. O delegado da Polícia Federal está fazendo os procedimentos deles, e quando terminar faremos o nosso. O carro será retido por 72 horas e terá que pagar todas as taxas e pátio e passagem dos passageiros até o destino final”, diz o fiscal.

A assessoria da Prefeitura de Bodocó informou em nota que “o prefeito Túlio Alves não tem relação com o ocorrido e só tomou conhecimento do caso, após divulgação da imprensa”. Segundo a nota, “as responsabilidades serão apuradas e só depois, a gestão municipal vai se pronunciar sobre o assunto”. (G1 Petrolina)

Sesc Ler Bodocó abre inscrições para 2ᵒ módulo da oficina “Narrativas Afetivas e Escrita Criativa”

Estão abertas até o dia 1ᵒ de outubro as inscrições para o 2ᵒ módulo da oficina de literatura “Narrativas Afetivas e Escrita Criativa”, realizada pelo Sesc Ler de Bodocó. As aulas serão ministradas, a partir do dia 6 de outubro, pelos escritores Raimundo de Moraes e Cícero Belmar.

Inscrições podem ser feitas através deste link, mediante o pagamento de uma taxa de R$ 30, cobrada do público em geral, e R$ 15, no caso de trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e os seus dependentes.

O objetivo da iniciativa é sensibilizar os participantes para uma leitura, análise e construção de textos por meio das experiências vividas, no intuito de utilizar a literatura como ferramenta de autoconhecimento e expressão.

Câmara do TCE julga irregular serviços de transporte escolar em Bodocó

A Primeira Câmara do Tribunal de Contas julgou irregular na última terça-feira (22) o processo de Auditoria Especial (TC nº 1856294-2) de 2018 que avaliou contratos e execução dos serviços de transporte escolar no município de Bodocó.

Os serviços foram prestados pela empresa AJA Locadora de Veículos e Serviços Ltda. por meio dos contratos nº 004/2017 e 067/2017, originados a partir do Pregão Presencial nº 029/2017. O certame previa a contratação – em regime de urgência pelo período de 60 dias (prorrogáveis por mais 30) – de empresa especializada no transporte escolar e na locação de veículos (em caráter não eventual), de modo a atender aos alunos da rede municipal de ensino daquela localidade, durante os 200 dias letivos de 2018.

Ao proferir o seu voto, o relator do processo, o conselheiro substituto Marcos Nóbrega, levou em conta os indícios de irregularidades nas contratações, apontados pela equipe técnica da Gerência de Auditorias de Obras Municipal/Sul (GAOS) do TCE, dentre as quais, a falta de registros, controle, acompanhamento e fiscalização dos serviços contratados, bem como de livros, fichas ou listagens computadorizadas para registro das despesas, como determina o artigo 2º da Resolução TC nº 006/2013. O dispositivo trata dos procedimentos de controle interno a serem adotados pelos municípios nos serviços de transporte escolar.

O levantamento realizado pela auditoria também identificou que os serviços foram subcontratados indevidamente em sua totalidade, infringindo a Lei de Licitações e levando a um possível prejuízo de R$ 880.142,07 aos cofres do município.

Reforçando a falta de fiscalização e controle, os auditores da GAOS também observaram a inexistência de boletins de medição, que servem para comprovar a prestação dos serviços supostamente executados, contrariando a legislação e os normativos do TCE.

O relatório da auditoria diz ainda que o transporte dos estudantes era realizado – em sua maioria – por motoristas inabilitados e em veículos inadequados, o que fere as exigências contidas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O CTB diz que os condutores devem possuir habilitação na “categoria D” (veículos para mais de oito passageiros) e serem aprovados em curso especializado, nos termos da regulamentação do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), o que não aconteceu.

Por fim, o conselheiro substituto Marcos Nóbrega considerou ainda que havia sido realizados pagamentos sem a emissão de nota fiscal pela empresa contratada que totalizavam R$ 33.212,15, o que caracteriza renúncia de receita por parte da prefeitura de Bodocó, como diz a lei (nº 4.320/64) que trata das normas gerais de Direito Financeiro.

MULTAS – Além do ressarcimento dos valores pagos indevidamente, o relator aplicou multa no valor de R$ 14.900,00 ao prefeito Túlio Alves Alcântara; e de R$ 18.731,00 ao gestor dos contratos e fiscal dos serviços de transporte escolar do município, Valdiney Viveiro Horas.

Dentre as determinações do relator, a prefeitura de Bodocó deverá disponibilizar no seu Portal da Transparência todas as informações sobre contratação e fornecimento do serviço de transporte escolar; utilizar livro de ocorrência para assinalar possíveis incidentes, e fichas ou listagens computadorizadas para registro das despesas obras, serviços de engenharia, serviços de limpeza urbana e de transporte escolar.

O município também não deverá realizar subcontratação integral dos serviços de transporte escolar pelas empresas contratadas para tal; além de não permitir o uso de veículos em desacordo com o que determina o Código de Trânsito Brasileiro no que diz respeito à autorização para o transporte coletivo de escolares emitida pelo órgão de trânsito; ao certificado de inspeção semestral para verificação dos equipamentos obrigatórios e de segurança; à pintura de faixa horizontal na cor amarela com a identificação “ESCOLAR” e aos cintos de segurança em número igual à lotação.

Por fim, a prefeitura deverá seguir as exigências da Portaria n° 02/2009 do DETRAN/PE quanto à idade máxima permitida de 10 anos para os veículos; à obrigatoriedade de capacitação específica para os motoristas; e à duração prevista para os contratos de serviços de natureza continuada, especialmente os de transporte escolar, que devem ser mantidos até o final do 1° trimestre do ano subsequente ao último exercício de cada gestão administrativa.

O não cumprimento das determinações poderá levar à aplicação de multa aos responsáveis.

O voto foi aprovado pela unanimidade dos membros da Primeira Câmara presentes à sessão. O Ministério Público de Contas foi representado pela procuradora Maria Nilda.