CISAPE reúne prefeitos e elabora pauta de reivindicações para o Governador Paulo Câmara

O Consorcio Intermunicipal do Sertão Araripe Pernambucano (CISAPE), reuniu na tarde da ultima quinta-feira (15), alguns prefeitos de municípios consorciados para discutir em conjunto  as demandas da região para serem entregues ao governador Paulo Câmara no próximo dia 22 de Agosto, onde  toda  comitiva do governo do estado visita Araripina com o seminário “Todos por Pernambuco”.

Durante a reunião na sede do consorcio em Ouricuri, cada prefeito apresentou ao presidente Cleomatson Vasconcelos,  as principais ações emergenciais dos seus municípios , as reivindicações  foram anexadas a uma pauta conjunta que será entregue pelo consorcio ao executivo estadual.

O Presidente do CISAPE Cleomatson afirmou que esse é o momento certo de cobrar as ações do governo do estado “nos reunimos e ouvimos atentamente cada prefeito com as demandas de seus municípios e vamos levar ao governador, esse é o momento certo, vamos receber toda a equipe do governo do estado e apresentar essas cobranças também a cada secretario, esse é momento oportuno e o CISAPE está junto para apoiar os prefeitos dos nossos municípios”, disse Cleomatson.

Após instabilidade nos portais, MEC prorroga prazos do Prouni e Fies

Ministério da Educação (MEC) prorrogou nesta quarta-feira (14) o prazo das inscrições das etapas em andamento do Programa Universidade para Todos (Prouni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Novas datas:

  • Prouni: estudantes não matriculados em instituições de ensino superior podem se inscrever nas bolsas remanescentes até 19 de agosto. Para os matriculados, a data final continua a ser 30 de setembro.
  • Fies: as Comissões Permanentes de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) das instituições podem validar as informações prestadas por estudantes pré-selecionados na lista de espera até 16 de agosto.

Motoristas de vans da região do Araripe realizarão protesto em Ouricuri contra Lei Federal

Um grupo de representantes do transporte alternativo, motoristas de vans da região do Araripe se organizam para uma grande manifestação pacifica em Ouricuri na próxima sexta-feira (16), os representantes dos transportes alternativos de passageiros convocaram para o manifesto Prefeitos, Vereadores, deputados entre outras autoridades politicas da região que possam fortalecer a luta. A categoria mostra-se insatisfeita contra mudanças no Código Brasileiro de Trânsito (CBT) por meio da Lei 13.855/19, sancionada no mês passado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Pela lei, as vans que realizam transporte remunerado de passageiros só vão continuar na atividade se tiverem autorizadas. Caso contrário, a partir do próximo dia 9 de outubro, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) irá multar todos os veículos fora desse critério. A fiscalização será severa e a multa gravíssima, inclusive com a remoção do veiculo que não estiver autorizado. Dessa forma os profissionais do volante afirmam que será impossível trabalhar com tantas exigências e vão lutar por mudanças na lei que pode deixar muitos desempregados na região

Quem for considerado irregular e for pego atuando no transporte alternativo, estará cometendo infração gravíssima e terá de pagar uma multa de R$ 1.467,35. Além disso, serão registrados sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do condutor que terá o removido.

O encontro está marcado para o final da tarde da sexta-feira (16), onde os motoristas das vans irão sair em comboio de Araripina, encontrarão outro grupo em Trindade e seguirão juntos até Ouricuri para a realização do ato no inicio da noite, a Policia Rodoviária Federal vai realizar palestra na ocasião sobre as possíveis mudanças no transporte, o grupo já conta com o apoio do deputado estadual Antonio Fernando e do deputado federal Gonzaga Patriota entre outros representantes políticos. (Por Francisco Monteiro)

Bolsonaro anuncia o fim dos radares móveis (pardais); veja o vídeo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta segunda-feira (12), que a partir da semana que vem o Brasil não terá mais radares móveis nas estradas. A declaração foi feita durante a inauguração da duplicação da BR-116, no interior do Rio Grande do Sul.

Prefeito de Trindade-PE na mira da forca

O juiz da comarca de Trindade, no Sertão do Araripe, nessa terça-feira (13) deu um prazo de 15 dias para o prefeito Dr Éverton (PSB) fazer a defesa do pedido de seu afastamento pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

o gestor e o presidente do Fundo Municipal de Aposentadorias e Pensões (Fumap), Antônio Marcos Delmonde Leite respondem por improbidade administrativa e teve seus bens bloqueados. O pepino é de R$ 3,2 milhões.

PSL decide expulsar deputado Alexandre Frota após críticas a Bolsonaro

O PSL decidiu em reunião nesta terça-feira (13) expulsar o deputado Alexandre Frota (SP) da legenda. A situação de Frota no partido se complicou nos últimos meses, e o deputado foi retirado da vice-liderança do partido na Câmara e da comissão da reforma tributária.

Além disso, ele perdeu o comando do diretório municipal de Cotia. No segundo turno da reforma da Previdência, o deputado se absteve de votar. Ele havia chegado a ser o coordenador do PSL na comissão especial da Previdência. Expulso, Frota não poderá ser acusado de infidelidade partidária e pode buscar uma outra legenda. Segundo informou a coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo, duas novas casas possíveis são o PSDB e o DEM.

Em abril, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, Frota fez críticas ao governo, num reflexo das dificuldades do Executivo com o Congresso após cem dias de mandato.

Integrante da tropa de choque de Bolsonaro (PSL) durante a campanha de 2018, o deputado disse que o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, era o maior responsável pela falha na articulação política. Ainda segundo Frota, o escritor Olavo de Carvalho, que deveria ter tido seu espaço reduzido por Bolsonaro, tinha mais influência do que os militares.

Frente Parlamentar interestadual em defesa da Transposição do Rio São Francisco é lançada na Alepe

Na tarde desta terça-feira (12.08.2019) foi lançada, durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa de Pernambuco – Alepe, a Frente Parlamentar Interestadual em Defesa da Transposição do Rio São Francisco. “Este foi o primeiro passo para a criação desta Frente tão importante, já que a obra da transposição pode beneficiar mais de 12 milhões de nordestinos em Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará, justamente os Estados com integrantes na Frente Interestadual”, disse Antonio Fernando (PSC-PE).

Ainda na tarde desta terça-feira o deputado Antonio Fernando reuniu as assinaturas necessárias para implantar a Frente: “Nós precisávamos de 17 assinaturas, mas já conseguimos mais do que isso e, oficialmente, a Frente já pode ser concretizada”, afirmou o deputado pernambucano. Antes do Plenário, os deputados visitantes, Guilherme Landim (PDT-CE) e Francisco do PT (PT-RN), foram recebidos, junto com Antonio Fernando, pelo Presidente da Assembleia, Eriberto Medeiros, que demonstrou muito interesse e se comprometeu a dar apoio à Frente.

Além de Antonio Fernando, que fez pronunciamento sobre a importância da Frente para ajudar a dar impulso à Transposição, os deputados visitantes também discursaram na tribuna da Alepe. “A concretização desta Frente é uma forma de ajudar a realizar o sonho das populações sertanejas dos quatro estados que há muito tempo esperam pela conclusão da Transposição”, disse o deputado Francisco do PT, do Rio Grande do Norte.

Já o deputado cearense, Guilherme Landim, afirmou que “a Frente Parlamentar tem o intuito de somar esforços para que possamos juntos cobrar o término da obra para o benefício chegar aos quatro Estados. No Ceará, por exemplo, está faltando apenas 3% para terminar o canal. Entretanto, mais importante do que esses 3%, é garantir os recursos federais para o ‘Cinturão das Águas’ que levará água para a Capital e a Região Metropolitana”.

O Projeto de Integração do Rio São Francisco – PISF (nome oficial da Transposição), envolve um custo total orçado na ordem de R$ 20 bilhões. A obra da Transposição – que está quase concluída – é dividida em dois grandes eixos: o Eixo Leste, que capta a água do São Francisco, atende os municípios do Agreste pernambucano e segue até a região de Campina Grande, na Paraíba. E o Eixo Norte, que passa por Salgueiro, em Pernambuco, corta o Rio Grande do Norte e chega até o reservatório de Jati, no Ceará. O Eixo Leste já está com 97,6% das obras concluídas. E o Eixo Norte alcançou o percentual de 97% de execução da obra.

Governo Bolsonaro é desaprovado por 38%; aprovação é de 33%

A XP Investimentos divulgou nesta 6ª feira (9/08/19) uma pesquisa (eis a íntegra) sobre a avaliação do governo Jair Bolsonaro. Segundo o levantamento, 38% avaliam como ruim ou péssima a gestão do pesselista como chefe do Executivo federal –3 pontos percentuais a mais que na pesquisa de julho.

Já a aprovação do governo Bolsonaro oscilou negativamente 1 ponto percentual, passando de 34% para 33%. Por fim, 27% dizem que o governo é regular e outros 2% não sabem ou não responderam.

Considerando a margem de erro de 3,2 pontos, há 1 empate técnico entre a rejeição e a aprovação.

A pesquisa foi feita, por telefone, com 1.000 pessoas, de 5 a 7 de agosto.

Antonio Fernando encabeça em pernambuco a frente parlamentar interestadual pela transposição do Rio São Francisco

Parlamentares de quatro Estados nordestinos estão unindo forças para a conclusão da maior obra hídrica da história brasileira. Por indicação do deputado estadual Antonio Fernando (PSC), será lançada na próxima segunda-feira (12.08), na Assembleia Legislativa, a Frente Parlamentar Interestadual em Defesa da Transposição do Rio São Francisco. Além de Antonio Fernando (PSC-PE), a frente será integrada pelos deputados Joevá Campos (PSB-PB), Guilherme Landim (PDT-CE), e Francisco do PT (PT-RN). A ideia é direcionar ações conjuntas da região para impulsionar a conclusão final da obra e colocar a Transposição em pleno funcionamento.

Em razão da relevância do tema, o lançamento da Frente Parlamentar Interestadual em Defesa da Transposição do Rio São Francisco terá tratamento especial em Pernambuco. “Conversamos com o presidente da Assembleia, deputado Eriberto Medeiros (PP), ele concordou com a participação dos parlamentares dos outros Estados na sessão ordinária da ALEPE na segunda-feira, dia do lançamento da Frente.. Faremos um pronunciamento geral, e os deputados da Paraíba, Ceará, e Rio Grande do Norte farão apartes, para esclarecer questões específicas de seus estados”, explicou o deputado Antonio Fernando.

A magnitude da Transposição é, de fato, inegável. O Projeto de Integração do Rio São Francisco – PISF (denominação oficial da Transposição), envolve um custo total orçado na ordem de R$ 20 bilhões. Depois de concluída, a estimativa é de que a obra chegue a beneficiar mais de 12 milhões de pessoas, nos Estados nordestinos de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará, justamente os quatro Estados com integrantes na Frente Parlamentar interestadual.

A obra da Transposição – que está quase concluída – é dividida em dois grandes eixos: o Eixo Leste, que capta a água do São Francisco, atende os municípios do Agreste pernambucano e segue até a região de Campina Grande, na Paraíba. E o Eixo Norte, que passa por Salgueiro, em Pernambuco, corta o Rio Grande do Norte e chega até o reservatório de Jati, no Ceará. O Eixo Leste já está com 97,6% das obras concluídas. E o Eixo Norte alcançou o percentual de 97% de execução da obra.

De acordo com o deputado Antonio Fernando, no atual estágio, o problema não se limita à conclusão da obra. “Claro que defendemos, acima de tudo, o término da Transposição. Mas há várias outras questões ambientais, econômicas e sociais, como, por exemplo, os riscos de uma possível privatização e o alto custo da energia elétrica para o bombeamento da água, captada no Rio São Francisco para alimentar os canais, que precisam ser discutidas, sob o risco de desvirtuar o projeto”, afirma o deputado.

Novo defensor público deve ser nomeado para Trindade

O juiz Paulo Ricardo Cassaro dos Santos determinou, a pedido do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), que o Estado de Pernambuco nomeie um defensor público para o município de Trindade, no Sertão do Araripe, a fim de atender a população carente. Na ação civil pública, o MPPE alegou a ausência de defensor público na cidade há mais de um ano.

De acordo com o MPPE, os cidadãos trindadenses não têm acesso à assistência judiciária desde janeiro de 2018, em virtude do falecimento do defensor público que atendia no município e não foi substituído. O MPPE lembrou no texto da ação civil que a população de Trindade é superior a 30 mil habitantes, com um acervo é de 3.716 processos, havendo ainda 71 processos conclusos para a Defensoria Pública local.

A inexistência de um Defensor Público na comarca de Trindade também tem repercutido negativamente nos trabalhos do Ministério Público local, uma vez que várias ações, em especial as relativas ao direito de família, ao direito à saúde, são ajuizadas pelo Ministério Público, quando possível, em razão da legitimidade para figurar no pólo ativo da demanda, a fim de que a população local não fique totalmente desamparada e sem acesso à Justiça”, salientou a promotora de Justiça Luciana Castelo Branco.