Governador Paulo Câmara autoriza pavimentação asfáltica de 11km em Granito

Por articulação de Maurílio Sampaio, filho do ex-prefeito Givaldo Sampaio liderança do grupo de oposição(PSB/Republicanos)a atual gestão municipal. O governador Paulo Câmara na última terça-feira(18), autorizou a pavimentação dos 11Km de via que faltavam para retirar o município de Granito do isolamento. Na ocasião, estava presente a secretária de Infraestrutura, Fernanda Batista.

Serão mais de 34km de asfalto, já que o Estado havia pavimentado vinte e três quilômetros da via em 2009, no mandato de Dr. Ronaldo Sampaio, irmão de Maurilio.

A nova obra para modernização vai do trecho Enteocamento(PE 507), uma importante estrada na região e faz interligação entre os municípios de Exu, Granito , Moreilândia e Serrita sentido Salgueiro desenvolvendo a região e gerando empregos diretos.

“O governador mostra comprometimento com o povo Pernambucano, independente do tamanho e da expressividade dos votos. O importante é levar o progresso e melhorar a qualidade de vida dos que mais precisam”, comemorou Maurílio Sampaio.

COMPROMISSO
Com exclusividade, Sampaio divulgou a dobradinha para eleições de 2022. O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco, Lucas Ramos é a opção para Deputado Federal e Rodrigo Novaes, secretário de Turismo do estado para estadual.
O compromisso junto ao PSB renderá bons frutos para o município.

Justiça Eleitoral condena prefeito de Granito-PE por abuso de poder político

O juiz eleitoral da 80ª zona eleitoral, cidade de Bodocó-PE, Reinaldo Paixão Bezerra Junior, condenou o Prefeito João Bosco Lacerda ao pagamento de multa no valor de 20.000 UFIRs (Unidade Fiscal de Referência), por descumprimento da vedação contida no art. 73, V, da Lei nº 9.504/97 e determinou que o Ministério Público Eleitoral apure a prática de crime eleitoral e eventual ato de improbidade administrativa.

O magistrado reconheceu na Ação de Investigação Eleitoral que o prefeito cometeu irregularidades na prefeitura no tocante a contração de pelo menos 34 pessoas, porém na dosimetria da pena achou por bem apenas multar o prefeito em 20.000 UFIRs (Unidade Fiscal de Referência) porém chama a atenção o fato do juiz determinar ao Ministério Público que apure a prática de crime eleitoral e de improbidade administrativa, o que pode resultar ainda em perca dos direitos políticos e até pena de prisão caso o ministério público proceda com as investigações.

Em contato com o blog do Cariri Filho, o advogado exuense Dr. Nasário Bento que representa o candidato Neto de Onofre, disse que é uma vitória a justiça reconhecer que a eleição de Granito foi marcada por irregularidades, entretanto, a penalidade apresentada pelo Juiz se mostra muito branda diante da gravidade dos fatos sobretudo porque a legislação eleitoral garante que eleições limpas devem ser marcadas por igualdade de condições, o que está patente que não houve no pleito eleitoral de 2020 em Granito.

O advogado informou ainda que já apresentou recurso pedindo a revisão da sentença para que o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco analise a dosimetria da pena aplicada e que não há data marcada para o julgamento pois o processo ainda se encontra em Bodocó para o cumprimento de medidas administrativas de praxe.

Ministério público eleitoral pede a cassação do prefeito de Granito

Imagem Reprodução

O Ministério Público Eleitoral de Pernambuco solicitou a cassação de João Bosco Lacerda, prefeito do município de Granito, no Sertão do Araripe.

O motivo se deve pela contratação exagerada de pessoas físicas entre os meses de agosto e outubro de 2020, realizada por ele e pelo vice Thaylan Bezerra.

Responsável pela eleição de Granito, a Zona Eleitoral de Bodocó dará a sentença após receber o parecer favorável apresentado pelo Ministério Público Eleitoral do Estado.

Se condenados, João Bosco e Thaylan podem, além da cassação, sofrerem multa individual de até R$ 106.410,00 (cento e seis mil quatrocentos e dez reais).

Confira trecho do parecer favorável concedido pelo Ministério Público Eleitoral:

“Nos termos da inicial, o certame eleitoral estaria desiquilibrado, pois os requeridos, por meio da Prefeitura Municipal, teriam contratados excessivos números de servidores em período vedado para prestação de serviços ao ente público e mediante dispensa de licitação pelo gestor público, candidato á reeleição.

De acordo com o autor, as contratações seriam de pessoas físicas para o desempenho das mais variadas funções na administração pública, como por exemplo, pintores, digitadores, vigilantes, pedreiros, entre outros. Os atos administrativos que efetuaram as contratações se deram em período proibido pela legislação eleitoral, ou seja, nos três meses que antecederam as eleições”.

Inscrições abertas para processo seletivo da prefeitura de Granito

A prefeitura de Granito, no Sertão de Pernambuco, está com inscrições abertas para processo seletivo que visa contratação temporária de professor, técnicos de enfermagem e agente comunitário de saúde. Os interessados podem se inscrever até as 23h59 da próxima sexta-feira (9), de forma online. Ao todo, estão sendo oferecidas 24 vagas.

De acordo com a prefeitura, o processo seletivo será feito em uma única etapa, sem a realização de prova escrita. A classificação será através da análise de documentos, que devem ser enviados para o e-mail: selecao2021.1@gmail.com.

No ato de efetivar a inscrição online, o candidato deverá anexar apenas um arquivo único (25mb) contendo todos os documentos exigidos, em formato PDF. O resultado da seleção simplificada será publicado no dia 16 de abril de 2021. Todas as informações estão disponíveis no edital. (Do G1 Petrolina)

Idoso de 63 anos é detido por posse ilegal de armas de fogo em Granito  

Na tarde de sábado (06), Policiais do 7º Batalhão da Polícia Militar conduzirem à delegacia de Polícia Civil de Granito, o senhor M. A. da S. 63 anos que ao ser questionado, ele confirmou que possuía 4 espingardas tipo soca-soca e fez a entrega das armas imediatamente.

A equipe do GATI recebeu a informação da equipe Malhas da Lei, que no Sítio Gravatá havia um senhor que possuía ilegalmente várias armas de fogo. Ele seguida foiapresentado junto com as armas, na Delegacia em Ouricuri, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante delito (APFD).

Cidinha Medrado

Jovem de 23 anos é detido em Granito após tentativa de homicídio

Um jovem de 23 anos foi preso na noite dessa segunda-feira (18), em Granito-PE, Sertão do Araripe. Ele é acusado de tentativa de homicídio. A vítima é um homem de 30 anos, que segundo informações policiais já teria sido agredido em outras ocasiões pelo acusado, durante consumo de bebidas alcóolicas. A última agressão ocorreu no sábado (16), quando o jovem atacou a vítima com uma faca do tipo peixeira.

Após a denúncia e a realização de buscas, uma equipe do 7º Batalhão de Polícia Militar deslocou-se ao endereço onde possivelmente o acusado poderia estar e o encontrou num bar no Centro da cidade. A arma branca utilizada no dia do crime também estava com ele e foi apreendida. O jovem foi conduzido até a delegacia de Polícia Civil (PC) local e, em seguida, à central de flagrantes na cidade de Ouricuri-PE, onde foi aberto um inquérito. (Por Carlos Britto)

Granito, Moreilândia e Santa Filomena, estão ente os municípios de Pernambuco que não registraram morte em 2020

O aumento de 2,7% nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) – os homicídios – em Pernambuco, no mês de dezembro de 2020, comparando com o mesmo período em relação a 2019, não foi uma boa notícia para o Estado. No entanto, o Sertão tem o que comemorar.

Dos 301 homicídios registrados em dezembro passado (ante os 293 de dezembro de 2019), nenhum deles ocorreu em Afrânio, Granito, Iguaraci, Ingazeira, Itacuruba, Moreilândia, Palmeirina, Parnamirim, Quixaba, Santa Filomena, Terezinha e Vertente do Lério – além do arquipélago de Fernando de Noronha. Ou seja: dos 12 municípios (mais Fernando de Noronha) onde não houve CVLI em todo o ano passado, 9 estão no Sertão do Estado.

Candidato a prefeito de Granito João Bosco é alvo de ação na justiça eleitoral

No último sábado, dia 07 de novembro de 2020, o candidato a prefeito de Granito-PE João Bosco Lacerda (PT) e seu Vice Thaylan Bezerra se tornaram investigados em uma ação judicial eleitoral que tramita perante a Zona Eleitoral de Granito.

O fundamento da ação é a exagerada contratação de pessoas físicas realizadas pelo gestor nos últimos 3 meses. Em uma única assentada (única vez) foram remetidos aos Juiz Eleitoral de Bodocó 19 empenhos de pessoas que teriam sido contratada pelo gestor de Granito entre os meses de Agosto e Outubro de 2020.

“Essas contratações segundo foram feitas sem concurso, sem seleção pública e apenas pela vontade do Prefeito” destaca o advogado Dr. Nasario Duarte Bento que representa o candidato Neto de Onofre.

O advogado destaca ainda que o prefeito contratou pessoas para exercer funções administrativas como recepcionista, garis, digitador, vigilante, varredor de Rua e Pintor.

Se condenados, João Bosco e Thaylan podem perder o registro de candidatura, podem ter o diploma cancelado e podem sofrer multa individual que pode atingir o valor de 106.410,00 (cento e seis mil quatrocentos e dez reais)

O Juiz de Bodocó, responsável pela eleição de Granito mandou notificar os investigados que tem o prazo de 5 dias para apresentarem suas defesas nos termos do artigo 22, I, a da Lei complementar 64/90.

Prefeito de Granito João Bosco será julgado em segunda instancia na terça-feira (20)

 

O gestor foi condenado em primeira instância por improbidade administrativa, como a sentença era passível de recurso, o mesmo recorreu, e se não fosse a pandemia do novo coronavírus já teria acontecido o julgamento em segunda instância que estava agendado para o mês de maio do corrente ano.

O adiamento do julgamento em segunda instância foi provocado pela assessoria jurídica do prefeito João Bosco.

De acordo com o processo que será julgado na segunda instância, João Bosco demonstra está com o pé atrás (preocupação), pois mudou a sua defesa, o advogado que lhe defenderá agora será outro.

O Tribunal de Justiça da 5ª Região marcou o julgamento desse processo para próxima terça-feira (20 de outubro), caso a sentença da primeira instância se mantenha na segunda instância, João Bosco poderá ser afastado da prefeitura que deverá ser assumida pelo vice-prefeito Neto de Onofre.

Morre ex-vereador de Granito Antonio Sales; Maurílio Sampaio lamenta sua partida

Imagem (Rosalí, Antonio Sales de Oliveira e Maurílio Sampaio)

“Um legado construído com serviço prestado e cuidando do povo, um amigo que partiu e que deixou sua história e um legado de amizade”, disse Maurílio.

O ex-vereador de Granito-PE, Antonio Sales faleceu neste domingo (11), vítima de parada cardíaca.

Antônio Sales, vereador de 4 mandatos, ocupou a cadeira por 20 anos na Câmara Municipal de Granito, quando saiu da política deixou seu legado e herdado pelo filho Netinho (João Gutemberg) que ocupou com muita responsabilidade, respeito e a mesma firmeza do seu pai a cadeira por ele ocupada, Netinho também foi vice prefeito.

“Eu, Maurílio Sampaio e minha família, os filhos de Senhor Givaldo Sampaio perdemos um grande amigo, um irmão em verdade como somos da família, nossos sentimentos a nossa amiga Rosali (vereadora) que hoje está na luta para manter o legado de seu irmão, a Paula, Maria, minha amiga Veronica, Alacoque, Paulo, Neuricelia, Lena sua esposa, Corrinha sua cunhada, Alana sua filha, Hiago, Hiarlin, Ítalo, Nicioke e seus sobrinhos e netos”.

              Maurilio Sampaio

Gerente Geral de Articulação Regional da Casa Civil do Governo de Pernambuco