Pesquisa Quaest/Genial: Lula tem 45%; Bolsonaro, 23%; Moro e Ciro, 7%

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera as intenções de voto com possibilidade de vitória em primeiro turno na corrida pelo Palácio do Planalto, de acordo com a mais recente pesquisa Quaest/Genial divulgada nesta quarta-feira (9).

O percentual obtido pelo petista supera numericamente a soma de seus adversários nos quatro cenários simulados, mas está dentro da margem de erro do levantamento.

Além disso, a pesquisa indica que mais da metade dos eleitores considera a escolha do voto definitiva, o que explicaria a consolidação do cenário registrado nos últimos meses e mantido sem variações significativas.

Os índices registrados por Lula variam entre 45% e 47%, conforme é reduzido o número de candidatos na disputa. Em todos os cenários, o petista é seguido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), que pontua entre 23%, na simulação mais pulverizada, e 26%, no quadro com menos postulantes.

Nenhum dos outros nomes incluídos no levantamento supera os dois dígitos.

Na pesquisa espontânea, em que os entrevistados dizem livremente o nome de quem votaria para presidente, Lula obtém 28%, Bolsonaro, 16%, e os demais concorrentes somam 4%. Quase metade, 48%, afirmaram estar indecisos, e 4% indicaram querer anular ou votar em branco.

No primeiro cenário estimulado, em que o entrevistador apresenta uma lista de candidatos, Lula lidera com 45%, seguido por Bolsonaro, com 23%. Sergio Moro (Podemos) e Ciro Gomes (PDT) empatam na terceira posição, com 7% cada.

João Doria (PSDB) e André Janones (Avante) também coincidiram nas intenções de voto, com 2%, e Simone Tebet (MDB) marcou 1%. Rodrigo Pacheco (PSD) e Felipe D’Ávila (Novo) não pontuaram, nulos e brancos somam 8%, e os indecisos são 5%. Assim, Lula marca 3 pontos percentuais a mais que a soma dos votos de seus adversários.

Intenção de voto para presidente no 1º turno – Cenário 1 – Estimulada

  • Lula (PT) – 45%
  • Bolsonaro (PL) – 23%
  • Moro (Podemos) – 7%
  • Ciro Gomes (PDT) – 7%
  • João Doria (PSDB) – 2%
  • André Janones (Avante) – 2%
  • Simone Tebet (MDB) – 1%
  • Rodrigo Pacheco (PSD) – 0%
  • Felipe d’Ávila (Novo) – 0%
  • Branco/nulo/não vai votar – 8%
  • Indecisos – 5%

No segundo cenário, todas as variações ocorrem dentro da margem de erro, de 2 pontos percentuais para mais ou para menos: Lula fica com 45%; Bolsonaro, 24%; Moro, 9%; Ciro, 8%; e Doria, 3%.

Quando Janones substitui o tucano, os índices dos quatro primeiros colocados se mantêm, e o mineiro marca 2%. Por fim, o quarto cenário, sem Moro, Lula vai a 47%; Bolsonaro, 26%; Ciro, 9%, e Janones, 3%. Nos três cenários, os indecisos são 4% e os nulos e brancos variam de 8% a 10%.

Intenção de voto para presidente no 1º turno – Cenário 2 – Estimulada

  • Lula (PT) – 45%
  • Bolsonaro (PL) – 24%
  • Moro (Podemos) – 9%
  • Ciro Gomes (PDT) – 8%
  • João Doria (PSDB) – 3%
  • Branco/nulo/não vai votar – 8%
  • Indecisos – 4%

Intenção de voto para presidente no 1º turno – Cenário 3 – Estimulada

  • Lula (PT) – 45%
  • Bolsonaro (PL) – 24%
  • Moro (Podemos) – 9%
  • Ciro Gomes (PDT) – 8%
  • André Janones (Avante) – 2%
  • Branco/nulo/não vai votar – 8%
  • Indecisos – 4%

Intenção de voto para presidente no 1º turno – Cenário 4 – Estimulada

  • Lula (PT) – 47%
  • Bolsonaro (PL) – 26%
  • Ciro Gomes (PDT) – 9%
  • André Janones (Avante) – 3%
  • Branco/nulo/não vai votar – 10%
  • Indecisos – 4%

Segundo turno

O instituto simulou cinco cenários de segundo turno, todos com vitória de Lula: sobre Bolsonaro (54% a 30%); Moro (52% a 28%); Ciro (51% a 24%); Doria (55% a 16%); e Janones (56% a 14%). O índice de nulos e brancos cresce respectivamente em cada uma dessas simulações, variando de 13% a 26%.

Cenário 1

  • Lula (PT) – 54%
  • Bolsonaro (PL) 30%
  • Branco/nulo/não vai votar – 13%
  • Indecisos – 3%

Cenário 2

  • Lula (PT) – 52%
  • Moro (Podemos) – 28%
  • Branco/nulo/não vai votar – 17%
  • Indecisos – 3%

Cenário 3

  • Lula (PT) – 51%
  • Ciro Gomes (PDT) – 24%
  • Branco/nulo/não vai votar – 22%
  • Indecisos – 4%

Cenário 4

  • Lula (PT) – 55%
  • João Doria (PSDB) – 16%
  • Branco/nulo/não vai votar – 26%
  • Indecisos – 3%

Cenário 5

  • Lula (PT) – 56%
  • André Janones (Avante) – 14%
  • Branco/nulo/não vai votar – 25%
  • Indecisos – 4%

Definição de voto

A Quaest também perguntou aos entrevistados o quanto a escolha de voto é definitiva. Quase 6 em cada 10 eleitores (58%) consideram sua decisão tomada, ante 40% que não descartam mudança caso algo aconteça.

E são justamente os dois líderes da pesquisa que registram, entre seus eleitores, os maiores índices de certeza de voto, o que torna ainda mais difícil o caminho para os candidatos que tentam quebrar a polarização entre Lula e Bolsonaro.

Dos eleitores do atual presidente, 65% disseram que a decisão é definitiva, ante 35% que afirmam poderem mudar caso ocorra algo inesperado. No caso do petista, a consolidação é ainda maior: 74% disseram que é uma escolha definitiva e 25% não descartam mudança se algo acontecer.

Em seguida, Ciro registra 38% de eleitores convictos, mas 62% admitem mudar de ideia. Com Moro, a certeza é de 30% de seus eleitores e 70% os que não descartam alterar a decisão, índices próximos dos obtidos por Doria, com 27% de convictos e 73% admitindo possibilidade de mudança.

Foram entrevistados presencialmente 2 mil eleitores, de 16 anos ou mais, nas 27 unidades da Federação, entre os dias 3 e 6 de fevereiro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

O nível de confiança é de 95% (se 100 pesquisas fossem realizadas, 95 apresentariam os mesmos resultados dentro da margem de erro). A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral com o número BR-08857/2022.

Pesquisa Ipespe: Lula tem 44% e Bolsonaro, 24%; Moro e Ciro empatam em terceiro

A nova pesquisa Ipespe relativa à disputa presidencial das eleições 2022, divulgada nesta quinta-feira (27), mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na frente no cenário estimulado para o primeiro turno com 44%, contra 24% do presidente Jair Bolsonaro (PL) e 8% dos ex-ministros Sergio Moro (Podemos) e Ciro Gomes (PDT), que empataram.

Nas outras posições, sequencialmente, aparecem João Doria (PSDB), com 2%, e Simone Tebet (MDB), Rodrigo Pacheco (PSD) e Alessandro Vieira (Cidadania) com 1% das intenções de voto. O pré-candidato Felipe d’Avila (Novo) não pontuou.

Outros 8% dos entrevistados responderam que não votariam em nenhum dos apontados, não votariam no geral ou que registrariam voto branco ou nulo, e 4% não soube escolher entre os nomes citados.

Primeiro turno

Intenção de voto estimulada para presidente – cenário COM Sergio Moro (Podemos)

  • Lula (PT) – 44%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 24%
  • Sergio Moro (Podemos) – 8%
  • Ciro Gomes (PDT) – 8%
  • João Doria (PSDB) – 2%
  • Simone Tebet (MDB) – 1%
  • Rodrigo Pacheco (PSD) – 1%
  • Alessandro Vieira (Cidadania) – 1%
  • Felipe d’Avila (Novo) – 0%
  • Branco/nulo/não vai votar – 8%
  • Indecisos – 4%

Intenção de voto estimulada para presidente – cenário SEM Sergio Moro (Podemos)

  • Lula (PT) – 44%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 26%
  • Ciro Gomes (PDT) – 9%
  • João Doria (PSDB) – 4%
  • Simone Tebet (MDB) – 1%
  • Rodrigo Pacheco (PSD) – 1%
  • Alessandro Vieira (Cidadania) – 1%
  • Felipe d’Avila (Novo) – 1%
  • Branco/nulo/não vai votar – 10%
  • Indecisos – 4%

Intenção de voto espontânea para presidente

  • Lula (PT) – 35%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 23%
  • Sergio Moro (Podemos) – 4%
  • Ciro Gomes (PDT) – 4%
  • João Doria (PSDB) – 1%
  • Simone Tebet (MDB) – 0%
  • Rodrigo Pacheco (PSD) – 0%
  • Branco/nulo/não vai votar – 6%
  • Indecisos – 26%

Segundo turno

A Ipespe apresentou sete cenários de segundo turno entre os quatro primeiros colocados na pesquisa.

Cenário 1

  • Lula (PT) – 54%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 30%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 16%

Cenário 2

  • Lula (PT) – 50%
  • Sergio Moro (Podemos) – 31%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 19%

Cenário 3 

  • Lula (PT) – 51%
  • Ciro Gomes (PDT) – 25%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 24%

Cenário 4

  • Lula (PT) – 52%
  • João Doria (PSDB) – 19%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 29%

Cenário 5

  • Ciro Gomes (PDT) – 45%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 33%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 22%

Cenário 6 

  • João Doria (PSDB) – 42%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 33%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 25%

Cenário 7 

  • Sergio Moro (Podemos) – 35%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 28%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 37%

Metodologia

A pesquisa foi realizada com 1.000 entrevistados maiores de 16 anos de todas as regiões do país, pelo telefone, entre os dias 24 e 25 de janeiro de 2022.

A margem de erro máximo estimada é de 3.2 pontos percentuais para mais ou para menos, com um intervalo de confiança de 95,5% (se 100 pesquisas fossem realizadas, ao menos 95 apresentariam os mesmos resultados dentro da margem de erro).

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR 06408 2022.

Futura/Modal: Lula 36,9%, Bolsonaro 31,4%

A nova pesquisa Futura Inteligência realizada para o Banco Modal S/A mostra os primeiros números do instituto sobre a corrida eleitoral em 2022. O ex-presidente Lula (PT) aparece liderando as intenções de voto, mas seguido de perto pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). Os demais pré-candidatos surgem bem atrás.

O ex-juiz Sergio Moro (Podemos) é o melhor situado entre a chamada terceira via, mas está empatado tecnicamente com o ex-ministro Ciro Gomes (PDT). Confira os cenários da pesquisa estimulada:

Cenário 1

Lula (PT): 36,9%
Jair Bolsonaro (PL): 31,4%
Sergio Moro (Podemos): 8,5%
Ciro Gomes (PDT): 5,6%
João Doria (PSDB): 2,4%
André Janones (Avante): 1,8%
Guilherme Boulos (Psol): 0,8%
Rodrigo Pacheco (PSD): 0,6%
Simone Tebet (MDB): 0,5%
Aldo Rebelo (sem partido): 0,2%
Leonardo Péricles (UP): 0,2%
Alessandro Vieira (Cidadania): 0,1%
Felipe D’Ávila (Novo): 0,1%

Indecisos: 5,6%
Branco/nulo: 5,1%

Cenário 2

Lula (PT): 39,5%
Jair Bolsonaro (PL): 33,2%
Sergio Moro (Podemos): 8,4%
Ciro Gomes (PDT): 7,5%
João Doria (PSDB): 3,2%

Indecisos: 3%
Branco/nulo: 5,2%

Cenário 3

Lula (PT): 42,2%
Jair Bolsonaro (PL): 32,9%
Sergio Moro (Podemos): 10,7%
Ciro Gomes (PDT): 7,5%

Indecisos: 2,6%
Branco/nulo: 4,1%

Cenário 4

Lula (PT): 42,2%
Jair Bolsonaro (PL): 34,5%
Ciro Gomes (PDT): 8,7%
João Doria (PSDB): 5,4%

Indecisos: 3,2%
Branco/nulo: 6%

SEGUNDO TURNO: LULA BATE TODOS E BOLSONARO ALCANÇA MORO E CIRO

Nas simulações de segundo turno, Lula continua desbancando todos os adversários. Jair Bolsonaro, por sua vez, está empatado tecnicamente com Moro e Ciro, mas supera os dois adversários numericamente. Além disso, o presidente vence Doria.

Confira os números:

Cenário 1: Lula x Bolsonaro

Lula 50,4%
Bolsonaro 37,8%

Cenário 2: Bolsonaro x Moro

Bolsonaro 36,9%
Moro 33,7%

Cenário 3: Bolsonaro x Ciro

Bolsonaro 40,6%
Ciro 39,1%

Cenário 4: Lula x Ciro

Lula 48,4%
Ciro 21,4%

Cenário 5: Lula x Moro

Lula 48,6%
Moro 28,8%

Cenário 6: Bolsonaro x Doria

Bolsonaro 41,6%
Doria 29,6%

Cenário 7: Lula x Doria

Lula 50,5%
Doria 14,8%

Espontânea

Lula 33,7%
Bolsonaro 31,4%
Moro 3%
Ciro 2,3%
Doria 0,3%
Tebet 0%
Pacheco 0%
Felipe D’Ávila 0%
Leonardo Péricles 0%
Outro 1,2%

Indecisos 21,7%
Brancos e nulos 6,4%

Rejeição

Bolsonaro 47,3%
Lula 37,1%
Doria 23,2%
Moro 18,3%
Ciro 16,5%
Boulos 15,7%
Tebet 12,2%
Aldo Rebelo 12,1%
Pacheco 12%
Felipe D’Ávila 11,7%
Leonardo Péricles 11,6%
André Janones 11,5%
Alessandro Vieira 11%

Rejeita todos 4,3%
Indecisos 3%
Não rejeita ninguém 2,9%

Foram realizadas 2 mil entrevistas por telefone, entre os dias 17 e 21 de janeiro, com margem de erro de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos e confiabilidade de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob o número BR-08869/2022.

Pesquisa Quaest/Genial: Lula tem 45%, Bolsonaro, 23% e Moro, 9%

pesquisa Quaest/Genial de intenção de voto para o primeiro turno das eleições presidenciais de 2022 divulgada nesta quarta-feira (12) mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na liderança com 45%, contra 23% do atual presidente, Jair Bolsonaro (PL).

No terceiro lugar, o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) aparece com 9% das intenções de voto, à frente de Ciro Gomes (PDT), com 5%. Completam a lista o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 3%, e a senadora Simone Tebet (MDB), com 1%. O senador Rodrigo Pacheco (PSD) e Felipe d’Ávila (Novo) aparecem com 0%.

Foram entrevistadas 2 mil pessoas presencialmente nas 27 unidades da Federação entre os dias 6 e 9 de janeiro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95% (se 100 pesquisas fossem realizadas, 95 apresentariam os mesmos resultados dentro da margem de erro). A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral com o número BR-00075/2022.

Intenção de voto para presidente no primeiro turno

  • Lula (PT) – 45%
  • Bolsonaro (PL) – 23%
  • Moro (Podemos) – 9%
  • Ciro Gomes (PDT) – 5%
  • João Doria (PSDB) – 3%
  • Simone Tebet (MDB) – 1%
  • Rodrigo Pacheco (PSD) – 0%
  • Felipe d’Ávila (Novo) – 0%
  • Branco/nulo/não vai votar – 8%
  • Indecisos – 4%

Segundo turno

Na pesquisa Quaest/Genial, Lula lidera todos os cenários de intenção de voto para segundo turno. Moro e Ciro Gomes venceriam Bolsonaro nos cenários sem o candidato do PT.

Cenário 1

  • Lula (PT) – 54%
  • Bolsonaro (PL) 30%
  • Branco/nulo/não vai votar – 13%
  • Indecisos – 3%

Cenário 2

  • Lula (PT) – 50%
  • Moro (Podemos) 30%
  • Branco/nulo/não vai votar – 16%
  • Indecisos – 3%

Cenário 3

  • Lula (PT) – 52%
  • Ciro Gomes (PDT) – 21%
  • Branco/nulo/não vai votar – 23%
  • Indecisos – 4%

Cenário 4

  • Lula (PT) – 55%
  • João Doria (PSDB) – 15%
  • Branco/nulo/não vai votar – 26%
  • Indecisos – 3%

Cenário 5

  • Lula (PT) – 57%
  • Rodrigo Pacheco (PSD) – 14%
  • Branco/nulo/não vai votar – 25%
  • Indecisos – 4%

Cenário 6

  • Sergio Moro (Podemos) 36%
  • Bolsonaro (PL) 30%
  • Branco/nulo/não vai votar – 30%
  • Indecisos – 4%

Cenário 7

  • Ciro Gomes (PDT) 39%
  • Bolsonaro (PL) 32%
  • Branco/nulo/não vai votar – 25%
  • Indecisos – 4%

Pesquisa espontânea

Na metodologia da pesquisa espontânea para o primeiro turno, Lula também lidera, seguido por Bolsonaro.

  • Lula (PT) – 27%
  • Bolsonaro (PL) – 16%
  • Moro (Podemos) 1%
  • Ciro Gomes (PDT) – 1%
  • Indecisos – 52%
  • Branco/nulo/não pretende votar – 3%

Lula venceria no 1º turno com 56% dos votos válidos, diz pesquisa Ipec

Uma pesquisa Ipec, divulgada nesta terça-feira (14), mostra que o ex-presidente Lula (PT) ganharia no 1º turno se as eleições presidenciais fossem hoje. Nos dois cenários testados, o petista não precisaria de 2º turno para chegar ao Palácio do Planalto em 2022.

Considerando apenas os votos válidos, Lula tem 56% das intenções de voto nos dois cenários. Levando em conta brancos, nulos e indecisos, o levantamento aponta que o petista está 27 pontos percentuais à frente do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Bolsonaro varia de 21% a 22% e o ex-juiz Sergio Moro tem desempenho tímido: oscila de 6% a 8%.

Em setembro, um estudo eleitoral feito pelo Ipec também mostrou possibilidade de vitória de Lula no 1º turno, mas com desempenho levemente inferior. A empresa afirma, contudo, que os dados não podem ser comparados com pesquisas anteriores em virtude da mudança dos nomes testados.

Leia os números:

Cenário 1

Lula (PT): 48%;

Jair Bolsonaro (PL) : 21%;

Sergio Moro (Podemos): 6%;

Ciro Gomes (PDT): 5%;

André Janones (Avante): 2%;

João Doria(PSDB): 2%;

Cabo Daciolo (Brasil 35): 1%;

Simone Tebet (MDB): 1%;

Alessandro Vieira (Cidadania): 0%;

Felipe d’Ávila (NOVO): 0%;

Leonardo Péricles (UP): 0%;

Rodrigo Pacheco (PSD): 0%;

Brancos / Nulos: 9%;

Não sabem / Não responderam: 5%.

Cenário 2

Lula: 49%;

Bolsonaro: 22%;

Sergio Moro: 8%;

Ciro Gomes: 5%;

João Doria: 3%;

Brancos/nulos: 9%;

Não sabe/não respondeu: 3%

O levantamento do Ipec foi feito de 9 a 13 de dezembro e ouviu 2.002 pessoas em 144 municípios. A margem de erro é de 2 pontos para mais e para menos. O nível de confiança é de 95%.

Paraná Pesquisas: Lula, 35%; Bolsonaro, 29%; Moro, 11%; Ciro, 6%; Doria, 3%

A eleição presidencial continua polarizada entre Lula e Bolsonaro, segundo levantamento da Paraná Pesquisas divulgado nesta segunda-feira (22/11).

De acordo com o instituto, com arredondamentos, Lula lidera com 35%; Bolsonaro tem 29%; Moro, 11%; Ciro, 6%; e Doria, 3%.

A sondagem aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, lidera em todos os cenários possíveis e imagináveis.

  • Lula 34,9%
  • Jair Bolsonaro 29,2%
  • Sergio Moro 10,7%
  • Ciro Gomes 6,1%
  • João Doria 3,1%
  • Mandetta 1,2%
  • Simone Tebet 0,6%
  • Alessandro Vieira 0,4%
  • Rodrigo Pacheco 0,4%

O instituto ainda revela que 57% dos brasileiros reprovam a administração do presidente Jair Bolsonaro ante 38% que aprovam.

Segundo a pesquisa, 61% acreditam que os preços continuarão a subir no ano de 2022 e saúde, emprego e crise econômica são as principais preocupações dos eleitores.

A Paraná Pesquisas ouviu 2.020 eleitores de 26 estados e do Distrito Federal, entre os dias 16 e 19 de novembro. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos.

Confira a íntegra da pesquisa:

BR_Nov21_Midia

Lula tem 48% contra 21% de Bolsonaro, aponta pesquisa Genial/Quaest

Pesquisa Genial/Quest, divulgada nesta quarta-feira (10), mostra a liderança do ex-presidente Lula nas intenções de voto para as eleições presidenciais de 2022.

Moro, que se filiou ao Podemos e sinaliza ser um pré-candidato, aparece como terceiro nos cenários de primeiro turno. Veja as simulações da pesquisa:

Cenário 1

Lula (PT) – 48%
Bolsonaro (sem partido) –  21%
Sergio Moro (Podemos) –  8%
Ciro Gomes (PDT) – 6%
João Doria (PSDB) – 2%
Rodrigo Pacheco (DEM) –  1%
Brancos/nulos – 10%
Indecisos – 4%

Cenário 2

Lula (PT) – 47%
Bolsonaro (sem partido) –  21%
Sergio Moro (Podemos) –  8%
Ciro Gomes (PDT) – 7%
Eduardo Leite (PSDB) – 1%
Rodrigo Pacheco (PSD) –  1%
Brancos/nulos – 10%
Indecisos – 4%

O levantamento da Genial/Quaest também simulou cenários para o segundo turno. Segundo os dados, Lula venceria todos os rivais nas intenções de voto:

Lula 57% x 27% Bolsonaro
Lula 57% x 22% Sérgio Moro
Lula 53% x 20% Ciro Gomes
Lula 57% x 14% Eduardo Leite
Lula 58% x 13% João Doria
Lula 59% x 12% Rodrigo Pacheco

O levantamento foi feito entre os dias 3 e 6 de novembro, com a entrevista de 2.022 pessoas, em 123 municípios. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Lula tem 49% das intenções de voto e Bolsonaro, 23%, aponta pesquisa Ipec

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece com 49% das intenções de voto para a Presidência da República para 2022.

Já o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) aparece com 23%, segundo pesquisa do instituto Inteligência em Pesquisa e Consultoria (Ipec). A pesquisa foi divulgada nesta sexta-feira (25).

Se considerados os votos válidos, o petista teria 56% das intenções e venceria já no primeiro turno. Já Bolsonaro, ficaria em segundo lugar, com 23% dos votos totais e 26% dos válidos.

A pesquisa avaliou também a viabilidade dos ex-ministros Ciro Gomes (PDT) e Luiz Henrique Mandetta (DEM), bem como do governador de São Paulo, João Doria (PSDB). O pedetista atinge 7% dos votos totais, o tucano paulista, 5% e Mandetta, 3%.

Votos brancos e nulos somam 10%, os que não souberam ou não responderam, 3%.

O instituto Ipec ouviu presencialmente 2.002 eleitores brasileiros em 141 cidades do país entre 17 e 21 de junho. A margem de erro de dois pontos percentuais.

Por região

De acordo com os dados, Lula lidera em todos os segmentos do eleitorado.

No recorte geográfico, o principal reduto do petista continua sendo o Nordeste, onde tem 63% das preferências de voto, com vantagem de 48 pontos porcentuais sobre Bolsonaro.

A menor vantagem do petista ocorre no Sul (35% a 29%). No Sudeste, região que concentra o maior número de eleitores, o ex-presidente tem 47%, e seu principal rival, 24%.

Nesta quinta-feira (24), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, estendeu a suspeição do ex-juiz Sergio Moro a todos os processos do ex-presidente em que o magistrado atuou. Os processos do sítio de Atibaia e sobre o Instituto Lula voltaram, portanto, à estaca zero.

Em março, o STF decidiu que o ex-juiz Moro foi parcial ao condenar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do triplex do Guarujá. Com esse movimento, Lula se tornou elegível novamente.

Potencial de voto

A pesquisa também perguntou se os eleitores votariam com certeza ou poderiam votar ou se não votariam de forma alguma em determinado candidato.

Em Lula, 61% dos entrevistados disseram que votariam com certeza ou poderiam votar nele (11 pontos percentuais a mais que em fevereiro), 36% que não votariam de jeito nenhum (8 p.p. a menos), e 3% afirmaram que não conhecem o suficiente ou não responderam.

Para Bolsonaro, 62% disseram que não votariam de forma nenhuma (6 p.p. a mais), 33% que votariam com certeza ou poderiam votar (queda de 5 p.p.) e 4% que não conhecem o suficiente ou não sabem (variação negativa de 1 p.p.).

Rejeição

Nos últimos quatro meses, o potencial de votos de Bolsonaro caiu de 38% para 33%, enquanto a rejeição aumentou, aponta a pesquisa, que identificou que 62% dos eleitores afirmam que não votariam em Bolsonaro de jeito nenhum (eram 56% há quatro meses).

No caso do ex-presidente Lula, a taxa de rejeição fica em 36%.

Ciro Gomes também teve avanço em seu potencial de votos, mas em termos mais modestos: passou de 25% para 29% desde fevereiro. A rejeição ao ex-governador do Ceará caiu quatro p.p, mas segue em patamar elevado: 49% dizem que não votariam nele de jeito nenhum.

Já o potencial de votos de Doria passou de 15% para 18%. No entanto, 56% do eleitorado afirma que jamais o escolheria como presidente.

Pesquisa do Instituto Múltipla mostra Pimentel Liderando corrida eleitoral em Araripina

O Instituto Múltipla em parceria com o Blog Carlos Britto divulga a segunda pesquisa de intenção de voto na cidade de Araripina. Segundo o instituto, a seis dias da eleição, o prefeito Raimundo Pimentel (PSL) abre nove pontos de vantagem sobre Tião do Gesso (SD). Este cenário indica grandes chances de reeleição de Pimentel.

No cenário estimulado, Pimentel tem 51% das intenções de voto e Tião do Gesso 42%. Brancos e nulos somam 2,3%, Indecisos 3,7% e não opinaram 1%.

A pesquisa também avaliou a gestão do prefeito Raimundo Pimentel. Para 63% dos entrevistados a gestão é aprovada. Desaprovam, 29% e não opinaram 8%.

A amostra é composta por 300 entrevistas que foram realizadas no dia 02 de novembro de 2020. O intervalo de confiança estimado é de 95% para uma margem de erro, para mais ou para menos, de 5,7%. A pesquisa foi registrada sob o nº PE-09001/2020.

Justiça eleitoral proíbe divulgação de pesquisa Datavox em Ouricuri-PE

A coligação “Juntos Somos Mais Fortes” formada pelos partidos: PSB, PT, PSC, Avante, PP, PSL, Solidariedade, Republicanos e PL de Ouricuri-PE, através de liminar conseguiu junto a justiça da 82ª zona eleitoral a proibição de divulgação de uma pesquisa realizada pelo DATAVOX Pesquisa de Opinião Pública e Estatística LTDA em parceria com o Blog do Edmar Lyra.

A coligação alegou que a pesquisa não abrange todos os candidatos a prefeito do município de Ouricuri e que a mesma confundirá o eleitorado com nomes de candidatos que foram indeferidos pela justiça eleitoral (Botinha Coelho e Regivaldo Macedo)

Diante do exposto, a justiça eleitoral de Ouricuri concedeu a liminar, proibindo que os representados (Datavox e Blog do Edmar Lyra) não realizem ou divulguem a pesquisa sob pena de multa.

A pesquisa eleitoral do Datavox / Blog Edmar Lyra era previsto ser divulgada na quinta-feira (29/10).

Veja a liminar Aqui