Granito: Pesquisa popular vai decidir o vice na chapa de João Bosco

Em Granito-PE, no Sertão do Araripe, a chapa do atual prefeito, João Bosco Lacerda (PT) ainda não está fechada, falta decidir um nome para ser o seu companheiro. João Bosco vai em busca de sua reeleição, fazendo uma gestão controlada e atendendo as necessidades do povo, certamente será reeleito, esse é o sentimento na cidade.

Os nomes nessa disputa são, o Dentista Thaylan Geraldo, que concorreu nas últimas eleições de 2016 como candidato a vice-prefeito de Granito fazendo chapa com Dr. Ronaldo (PSB). E o outro nome é do vereador Vanvan que foi o quarto vereador mais votado em Granito. Vanvan também é de família tradicional na política de Granito, ele é Neto de Esmerino Alvino, ex-prefeito e sobrinho de Dr. Ernandes Lacerda.

O prefeito João Bosco disse em entrevista a uma rádio que não existe data prevista para essa pesquisa. -“nós ainda vamos conversar com os aliados, os pré-candidatos para saber também a opinião do Grupo”, disse.

PSB de Parnamirim segue unido e firme para as eleições municipais

O grupo da situação de Parnamirim, liderado pelo prefeito Tácio Pontes (PSB), segue unido e firme para as eleições municipais deste ano. Com a força do partido, de lideranças e de aliados, como os ex-prefeitos Nininho Carvalho e Moisés Sampaio, além de oito vereadores, o grupo espera dar segmento ao projeto que vem fazendo de Parnamirim uma cidade melhor.

Apesar dos boatos criados e espalhados pela oposição, o grupo político parte na frente com nomes consolidados, com serviço prestado ao município, e segue firmando alianças para o pleito de novembro. “Estamos focados em liderar Parnamirim nessa crise causada pelo novo coronavírus. Quando for o momento, vamos falar de eleição. Vamo sentar e ouvir a opinião de todos e levar em frente esse projeto que temos o orgulho de conduzir. Sabemos das conquistas que realizamos e que vamos realizar muito mais. Temos um grande grupo, sabemos nossa responsabilidade e de que caminharemos para a vitória”, comenta Tácio.

O grupo reforça que no momento oportuno irá divulgar a chapa candidata à prefeitura. “A oposição tenta criar fatos que não existem. Estamos juntos num grupo líder, com grandes nomes e muita vontade de enfrentar essa eleição, e vamos conduzir Parnamirim pelo melhor caminho, como estamos fazendo com o prefeito Tácio“, reforça Nininho Carvalho.

Novidade no cenário político, Jorge Rios lança pré-candidatura a vereador ao lado de Botinha

Novas adesões, novos aliados, compromissos firmados. Assim o grupo do pré-candidato Botinha Coelho (SD) vem se fortalecendo e ganhando respaldo no atual cenário político do município. Dessa vez conta com o apoio do jovem empreendedor, representante tanto da classe homossexual da cidade como também da sociedade em geral: Jorge Rios confirmou sua pré candidatura a vereador, buscando uma renovação na câmara municipal e garantindo uma maior visibilidade para um grupo que todos os dias sofre de preconceito e homofobia.

Jorge Rios se posiciona em suas redes sociais e afirma que está ao lado de Botinha Coelho por acreditar no seu projeto e na sua palavra, pois o representa e passa confiança e firmeza. “A classe LGBT é muito nobre, não podemos nos contentar apenas com um evento que acontece anualmente onde podemos ter um certo tipo de liberdade de expressão! Precisamos de alguém que nos represente na câmara e principalmente de um gestor honesto, fora de paradigmas que leve o princípio básico do respeito independente de orientação sexual e outros atributos. Então , inicia-se um sonho, quanto maior esse sonho, maior o desejo de realizar , fica ao meu critério ficar em pé ou cair, mas tenho bons motivos que me impulsionam a sempre ficar em pé .”  O pré candidato Jorge Rios também ressalta uma defesa em favor da sociedade no modo geral, exercendo a cidadania e fazendo valer o direito de cada ouricuriense.

Ricardo Ramos pode entrar para história como primeiro prefeito reeleito em Ouricuri

O ‘pula pula’ em ano eleitoral no período da eleição é sempre um capítulo à parte na disputa. Em Ouricuri-PE, no Sertão do Araripe, a pré-candidatura à reeleição do prefeito Ricardo Ramos (PSDB) pode ser histórica, pois caso consiga a reeleição será o primeiro prefeito de Ouricuri a governar o município por dois mandatos consecutivos. Ricardo conta com apoio do deputado federal Tadeu Alencar (PSB).

Pelo lado da oposição tem o pré-candidato Lenarte Coelho (Botinha) do partido Solidariedade (SD) que vai tentar a prefeitura mais uma vez. Botinha conta com apoio do vice-presidente nacional do Solidariedade, deputado federal Augusto Coutinho, e do deputado estadual Antônio Fernando.

O empresário Josemir Pereira Paz (PDT), popularmente conhecido por “Pedro do Pipa”, também já declarou que disputará a prefeitura de Ouricuri nas eleições desse ano. Pedro do Pipa tem o respaldo do secretário de Trabalho e Emprego e Qualificação de Pernambuco, Alberes Lopes.

Existe outros nomes que também podem disputar a prefeitura de Ouricuri: A exemplo de Adalberto Alencar (PSOL), Assis Junior (PT), Juarez Saraiva ou Marcello Cavalcanti (MDB), Julio Macedo (PSTU) e ainda Zé Miguel (Unidade Popular).

Em 2016, Ricardo Ramos foi eleito com 15.851 votos (45% dos votos válidos), contra 23% de Botinha, (8.098  votos) deixando Cezar de Preto (PSB), prefeito da época, na terceira colocação, com 7.109 votos; Dr. Anderson (PTN) com 2.169 votos; Assis Júnior (PHS), 1.085 votos; Marcello Cavalcanti (PMDB), 447 votos; e Juarez Saraiva (PTB), 352 votos.

Ex-conselheira tutelar declara apoio a Botinha Coelho

Na movimentação da política em Ouricuri-PE, o grupo de Botinha Coelho vem recebendo um grande número de adesões pela força do nome e articulação que o pré-candidato tem.

Reinilce (Reizinha), após muitos anos seguindo o grupo do prefeito Ricardo Ramos, declara que nesse pleito de 2020 é pré-candidata a vereadora ao lado de Botinha Coelho.

Reinilce tem um histórico de política ativa, tendo grandes serviços ao município no conselho tutelar e se revela forte em um projeto de renovação da política e dos rumos de Ouricuri.

Mulher transexual na política de Ouricuri: quebrando o silêncio!

Elas estão cansadas de serem silenciadas, a exemplo do Brasil, o município de Ouricuri terá pela primeira vez na sua história uma pré-candidatura de uma Mulher Transexual, Abelha Rainha, como é conhecida carinhosamente pelos ouricurienses. Com pautas como educação, saúde, emprego, juventude e cultura, elas querem mais: o fim do genocídio da população trans e representatividade. Para Abelha Rainha ela deixa claro: “ser a primeira candidata trans ao Legislativo é um misto de alegria e de tristeza”. “Eu me sinto muito feliz, porque é uma vitória do movimento LGBT, ao mesmo tempo, me sinto muito triste porque é uma derrota da democracia. Se eu sou hoje a primeira transexual representando minha classe a se candidatar a Câmara Municipal, eu questiono: onde estavam esses corpos LGBT na história do município? O fato de eu ser a primeira carrega em si uma derrota da democracia, pois mostra que nunca se teve democracia plena, já que alguns corpos foram apagados e rasurados da esfera pública”, Abelha ainda ressalta,

“A sociedade que a gente vive hoje é uma sociedade transfóbica e isso implica em lugares de privilégios. São lugares que pessoas trans não são esperadas. Não é só uma falta de conhecimento ou de experiência das próprias candidaturas LGBT, mas também é transfobia. As estruturas partidárias ainda têm que aprender a conviver com pessoas LGBT. Ocupar esses espaços é mexer com essas estruturas, para que elas percebam a nossa existência. Esse momento é fruto do movimento trans. Eu represento como indivíduo um momento dessa história. Nós avançamos e entendemos, cada vez mais, que o espaço político também é nosso espaço”, disse.

Abelha Rainha é filiada ao PSDB do prefeito Ricardo Ramos e pretende disputar pela primeira vez uma das 15 cadeiras da Casa Legislativa Rodrigo Castor.

Jovem liderança de Passagem de Pedra, Junior Viana, garante apoio a Botinha nas eleições 2020

Um reforço na pré-candidatura de Lenarte Coelho – Botinha (SD) na corrida rumo à disputa pela Prefeitura de Ouricuri. Jovem Liderança de Passagem de Pedras, Junior Viana acaba de anunciar o apoio a Botinha nas eleições 2020. Trata-se de uma novidade importante: é a primeira vez que Junior Viana troca a Família Ramos (que tem o prefeito Ricardo Ramos – PSDB, na disputa pela reeleição) pela parceria com o time da oposição, que tem o empresário Botinha Coelho como cabeça de chapa.

“Estamos recebendo o amigo Junior Viana de braços abertos em nosso grupo. Trata-se de uma liderança jovem fundamental para Passagem de Pedra e Ouricuri como um todo. Junior Viana é um batalhador, uma voz firme em defesa dos interesses de sua comunidade. Certamente, esse será um apoio de destaque para a nossa chapa”, disse Botinha.

Como se destaca na luta por melhorias na saúde para Passagem de Pedra, cobrando melhorias e investimentos em posto de saúde, por exemplo, Junior Viana já largou na parceria garantindo um compromisso futuro com avanços para a sua comunidade.  Botinha se comprometeu, desde já, que, caso eleito, irá disponibilizar uma ambulância para Passagem de Pedra. “Vamos marchar junto com Botinha para garantir uma bela vitória no dia 15 de novembro. Essa parceria será de grande valor para a população de Passagem de Pedra”, disse Junior Viana.

Em Trindade, Helbinha recebe adesão em massa de professores

Professores da rede pública e privada do município de Trindade, no Sertão do Araripe, fizeram uma grande manifestação de apoio a professora Helbinha nas redes sociais neste dia 17 de julho.

A classe resolveu declarar apoio à pré-candidata, algo que foi exposto nas páginas do Facebook e Instagram. Frases como “Agora é ela” e “Estamos com a macaca” dominaram as postagens na internet.

A última pesquisa de intenção de votos registrada para prefeito de Trindade, realizada pelo Instituto Opinião e divulgada pelo Blog do Magno e replicada pelo Blog do Cariri Filho, deu larga vantagem para Helbinha, com 59,9%, contra 15,8% de Zé Capacete. (Veja Pesquisa)

Morre Severino Cavalcanti, ex-presidente da Câmara, aos 89 anos

Morreu na manhã de hoje o político Severino Cavalcanti (PP), ex-presidente da Câmara dos Deputados e ex-prefeito do município de João Alfredo, em Pernambuco. Ainda não há informações sobre a causa da morte.

Severino ficou marcado por ter renunciado não só ao posto de presidente da Câmara como também ao próprio cargo de deputado federal após ter seu nome envolvido no esquema do ‘Mensalinho’, em setembro de 2005.

Na época, Severino foi acusado de receber propina de um empresário que possuía restaurantes dentro da casa legislativa para que ele continuasse usando o espaço. Eleito em fevereiro de 2005 para comandar a casa, o político ficou apenas sete meses na presidência.

Severino iniciou sua vida política na extinta UDN (União Democrática Nacional) na década 1960. Durante a ditadura militar, esteve entre os quadros da Arena (Aliança Renovadora Nacional), partido pró-regime. Desde 1995, era filiado ao PP.

Além do posto de deputado federal, que ocupou entre 1995 e 2005, Severino foi deputado estadual em Pernambuco por sete mandatos consecutivos, entre 1967 e 1995.

Em duas ocasiões, foi prefeito da cidade de João Alfredo, a 102 km de Recife: entre 1964 e 1966 e entre 2009 e 2012.

Ao tentar se reeleger para um terceiro mandato nas eleições municipais de 2012, Severino teve sua candidatura cassada pela Justiça Eleitoral por ter sido incluído na Lei da Ficha Limpa, sancionada em 2010, devido ao escândalo do ‘Mensalinho’.

Juiz determina que ex-prefeito de Araripina Alexandre Arraes apague publicações falsas de suas redes sociais

O juiz eleitoral de Araripina, Eugênio Jacinto Oliveira Filho, concedeu uma Tutela de Urgência, ontem, determinando que o ex-prefeito Alexandre Arraes (PSB) apague das suas redes sociais publicações feitas com falsas acusações de irregularidade e superfaturamento na compra de insumos do combate à Covid-19 por parte do atual prefeito, Raimundo Pimentel.

Na decisão do magistrado, ele fundamenta que as publicações do ex-prefeito tem “cunho eleitoral nítido, eis que, em um dos vídeos, o representado (Alexandre Arraes) fala em “irregularidade”, “superfaturamento”, “tirar proveito” e “desvio de recurso” por parte do prefeito (Raimundo Pimentel) ao mesmo tempo em que enaltece a conduta da deputada estadual (Roberta Arraes) – sua esposa – que doou máscaras à população com recurso advindo do próprio salário, fato que possui o condão de influenciar a vontade do eleitor e o resultado do pleito”.

Ainda consta no despacho “As referidas manifestações do representado, ex-prefeito de Araripina, em suas redes sociais excederam o exercício regular do direito à liberdade de expressão, pois vislumbro desiderato de ofender a honra e imagem de pré-candidato à prefeitura desta Comarca”, afirmou o juiz.

O ex-prefeito Alexandre Arraes terá de excluir as postagens sob pena de pagar multa diária de R$ 10 mil reais em caso de desobediência. (Por Magno Martins)