PE libera festas, cinemas, teatros e aumento da capacidade de bares e restaurantes a partir de segunda (28)

Pernambuco vai liberar festas, casamentos, shows, peças de teatro e cinema, a partir de segunda-feira (28). A mudança faz parte da nona etapa do Plano de Convivência com a Covid-19 e é válida para o Grande Recife, Zona da Mata e parte do Agreste. No interior, as regiões de Ouricuri Afogados da Ingazeira avançam para a fase 8, onde as demais cidades já estão.

O governo também anunciou, em coletiva de imprensa transmitida pela internet, a permissão de entrada de todos os turistas em Fernando de Noronha, mesmo quem não teve Covid-19, a partir de 10 de outubro. Se não houver retrocessos no Plano de Convivência, todo o estado deverá estar na última fase de liberações até 9 de novembro.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, também haverá uma mudança na capacidade permitida de funcionamento nos restaurantes, bares e demais serviços de alimentação, que poderão funcionar com 70% da capacidade ocupada e no período das 6h à meia-noite. Isso é válido para as cidades na nona etapa do plano.

“Para as cidades do Recife, Goiana, Palmares, Limoeiro e Caruaru, estamos antecipando esse aumento de carga para os serviços de alimentação para a quinta-feira (24). A partir de agora, também teremos avanços de fase no Plano de Convivência a cada 15 dias, respeitando o histórico dessa ampliação nas cidades”, afirmou o secretário.

Para a abertura dos eventos, é preciso obedecer a capacidade máxima de 100 pessoas por espaço, ou 30% da capacidade, dando preferência ao critério que ocasionar a menor quantidade de pessoas.

Com a mudança de capacidade dos serviços de alimentação, a distância obrigatória entre as mesas passa de 1,5 metro para 1 metro. Os clientes seguem precisando utilizar máscaras em todos os momentos em que não estiverem nas mesas.

Caso os números dos níveis de contágio se mantenham controlados depois de duas semanas na etapa 9, as gerências de saúde 1, 2, 3, 4 e 12, do Grande Recife, Zona da Mata e parte do Agreste, avançam para a etapa 10 no dia 12 de outubro. Nessa etapa, serão liberados os eventos corporativos, culturais e sociais para até 300 pessoas e os parques de diversão.

“Se não precisarmos retroceder em nenhuma região, no dia 9 de novembro teremos todas as atividades econômicas permitias a funcionar, mas com cargas específicas, pois, enquanto não houver uma vacina ou medicamento eficaz contra a Covid-19, deveremos aprender a conviver com o coronavírus”, declarou Bruno Schwambach. (G1 PE)

NUPEA do IF Sertão-PE de Ouricuri realiza palestra “A Criação de Abelhas Nativas nos Sistemas Agroflorestais na Caatinga”

Dentro das atividades do Ciclo de Palestras do NUPEA (Núcleo de Pesquisa e Extensão em Abelhas), o Campus Ouricuri do IF Sertão-PE realiza nessa quinta-feira (24), a palestra “A Criação de Abelhas Nativas nos Sistemas Agroflorestais na Caatinga: os produtos e serviços dessa relação”.

A palestra será proferida pelo meliponicultor, agricultor profissional e membro do AGRODIA, Vilmar Luiz Lermen. Começa às 19h, com transmissão pelo canal do YouTube do campus (IF Sertão-PE Ouricuri). Os inscritos receberão certificado. Para se inscrever, clique aqui.

O Ciclo de Palestras conta com 16 palestras divididas nos seguintes módulos: Conhecendo o Mundo das Abelhas, Meliponicultura e Apicultura. A de amanhã é a 4ª delas.

Câmara aprova validade de 10 anos para CNH e flexibilização de punições do Código de Trânsito

Oito das 12 emendas do Senado ao projeto que altera o Código de Trânsito Brasileiro foram aprovadas na Câmara dos Deputados na tarde desta terça-feira (22). Entre as alterações, está o aumento da validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para 10 anos e regras mais flexíveis para suspensão do direito de dirigir, vinculando a punição à gravidade da infração. Agora, o projeto segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro, o último passo antes de iniciar o prazo para entrar em vigor.

De acordo com o texto, a CNH terá validade de 10 anos para condutores com até 50 anos de idade. O prazo atual, de cinco anos, continua para aqueles com idade igual ou superior a 50 anos. Já a renovação a cada três anos, atualmente exigida para aqueles com 65 anos ou mais, passa a valer apenas para os motoristas com 70 anos ou mais. Profissionais que exercem atividade remunerada em veículo (motoristas de ônibus ou caminhão, taxistas ou condutores por aplicativo, por exemplo) seguem a regra geral.

Os parlamentares aprovaram oito das 12 emendas do Senado ao texto do relator, deputado Juscelino Filho (DEM-MA), como a que proíbe converter pena de reclusão por penas alternativas no caso de morte ou lesão corporal provocada por motorista bêbado ou sob efeito de drogas. Como o homicídio de trânsito é culposo, o Código Penal pode ser interpretado favoravelmente ao motorista porque permite a conversão da pena de qualquer tamanho no caso de crime culposo.

O código impõe pena de reclusão de cinco a oito anos para o homicídio culposo ao volante praticado por motorista embriagado ou sob efeito de drogas e pena de reclusão de dois a cinco anos no caso de lesão corporal grave ou gravíssima. As penas alternativas podem envolver, por exemplo, o cumprimento de serviços comunitários.

Mantida a integralidade do texto aprovado pelo Congresso, todas as mudanças feitas pelo projeto valerão depois de 180 dias da publicação da futura lei.

Idosa é vítima de estupro em Ouricuri-PE

Imagem ilustrativa da internet

Uma idosa foi vítima de estupro em Ouricuri-PE, Sertão do Araripe, nessa segunda-feira (21). Segundo o 7º Batalhão de Polícia Militar (BPM), a vítima relatou que estava com sua sobrinha em casa, quando dois indivíduos arrombaram a residência na madrugada e praticaram o crime.

Não há informações se a sobrinha da idosa também foi violentada. As duas contaram aos PMs que um dos bandidos aparentava ser menor de idade e o outro era alto, de olhos castanhos.

A polícia realizou diligências na tentativa de localizar os suspeitos, mas até o momento não obteve êxito. A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil (PC) local. (Por Roberto Gonçalves)

Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras

O preço do litro da gasolina vendida nas refinarias às empresas distribuidoras foi reajustado em 4% pela Petrobras. O novo valor foi anunciado pela estatal nesta terça-feira (22) e vale a partir desta quarta-feira (23). O diesel não sofreu reajuste.

Segundo o último levantamento semanal disponibilizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), entre os dias 16 e 22 de agosto, o preço médio da gasolina comum no país era, na semana pesquisada, de R$ 4,268. O diesel S-500, de R$ 3,374. O etanol, de R$ 2,782. E o gás de cozinha, de R$ 70,05, para o botijão de 13 kg. A ANP está reformulando o sistema de coleta de preços, que deverá ser atualizado em breve, incluindo até 6 mil postos de combustíveis em todo o país.

Além da alta do dólar, o preço do petróleo reflete o mercado internacional do produto, o que influencia o valor praticado no país. Os preços são referentes ao valor vendido para as distribuidoras a partir das refinarias. O valor final ao motorista dependerá do mercado, já que cada posto tem sua própria política de preços, sobre os quais incidem impostos, custos operacionais e de mão de obra.

“Nossa política de preços para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais destes produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo. A paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos”, explica, em nota, a estatal.

Segundo a companhia, a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras são diferentes dos produtos no posto de combustíveis. São os combustíveis tipo A: gasolina antes da sua combinação com o etanol e diesel sem adição de biodiesel. “Os produtos vendidos nas bombas ao consumidor final são formados a partir do tipo A misturados a biocombustíveis.” (Por Agência Brasil)

Tribunal Superior do Trabalho determina fim da greve dos Correios

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu determinar o fim da greve dos funcionários dos Correios e o retorno ao trabalho a partir de hoje, terça-feira (22). O tribunal julgou na tarde de ontem, segunda-feira, o dissídio de greve dos trabalhadores da estatal, que estão parados desde 17 de agosto, diante das discussões do novo acordo coletivo.

Por maioria de votos, os ministros da Seção de Dissídios Coletivos consideraram que a greve não foi abusiva. No entanto, haverá desconto de metade dos dias parados e o restante deverá ser compensado. Além disso, somente 20 cláusulas que estavam previstas no acordo anterior deverão prevalecer. O reajuste de 2,6% previsto em uma das cláusulas foi mantido.

Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentect), a greve foi deflagrada em protesto contra a proposta de privatização da estatal e pela manutenção de benefícios trabalhistas. Segundo a entidade, foram retiradas 70 cláusulas de direitos em relação ao acordo anterior, como questões envolvendo adicional de risco, licença-maternidade, indenização por morte, auxílio-creche, entre outros benefícios.

Durante a audiência, os advogados dos sindicatos afirmaram que a empresa não está passando por dificuldades financeiras e que a estatal atua para retirar direitos conquistados pela categoria, inclusive os sociais, que não têm impacto financeiro.

Os representantes dos Correios no julgamento afirmaram que a manutenção das cláusulas do acordo anterior podem ter impacto negativo de R$ 294 milhões nas contas da empresa. Dessa forma, a estatal não tem como suportar essas despesas porque teve seu caixa afetado pela pandemia.

A empresa também sustentou que não pode cumprir cláusulas de acordos que expiraram, sob forma de “conquista histórica” da categoria.

Celso Russomanno lidera pesquisa do Ibope em disputa pela Prefeitura de SP, com Bruno Covas em 2º

Celso Russomanno (Republicanos) aparece como líder na primeira pesquisa Ibope feita desde a confirmação dos candidatos à eleição na cidade de São Paulo, divulgada neste domingo (20) pelo jornal O Estado de S. Paulo. O deputado federal e apresentador de TV tem 24% das intenções de voto, à frente de Bruno Covas (PSDB), que busca a reeleição, com 18%.

A terceira colocação tem um empate técnico, com Guilherme Boulos (PSOL) aparecendo com 8% das intenções e Márcio França (PSB), com 6%. A margem de erro é de três pontos percentuais.

A pesquisa aponta Joice Hasselmann (PSL) e Arthur “Mamãe Falei” do Val (Patriota) com apenas 2%. Andrea Matarazzo (PSD), que já esteve à frente da subprefeitura da Sé, tem 1%, assim como Filipe Sabará (Novo), que estreiam no pleito.

O PT, que concorre com Jilmar Tatto, também aparece com 1% das intenções de voto. Outros candidatos com a mesma marca são Marina Helou (Rede), Levy Fidelix (PRTB) e Vera Lucia (PSTU). A pesquisa do Ibope foi encomendada pela Associação Comercial de São Paulo.

A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o nº SP-04089/2020. Foram entrevistadas 1.001 pessoas entre os dias 14 e 20 de setembro. O nível de confiança estimado é de 95%.

Rejeição

Os eleitores foram questionados sobre em quem não votariam de jeito nenhum. Russomanno e Covas também lideram: o atual prefeito surge com 30%, enquanto o deputado aparece com 24%. Boulos tem 13% de rejeição, e Márcio França, 10%.

Em Ouricuri, ex-vereador Neto de Jota declara apoio a pré-candidatura de Rogério da Aldeia

O ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de Ouricuri-PE, no Sertão do Araripe, Neto de Jota, com vários serviços prestados ao município, vem a público declarar total apoio a pré-candidatura de Rogério da Aldeia.

Neto de Jota declarou: “é motivo de muita alegria apoiar esse nome novo, que vem com novas ideias e sem dúvidas fará um bom trabalho no legislativo”. Ele afirmou ainda está muito feliz com a união da família e que todos estão firmes no projeto de Rogério da Aldeia

Por sua vez, Rogério da Aldeia disse que o apoio de Neto de Jota e família, é de grande importância para sua pré-candidatura, e isso prova que estão no caminho certo, que é o melhor para Ouricuri.

TCE-PE aponta irregularidades em contrato de locação da Prefeitura de Ouricuri e suspende pagamento

Relatada pelo conselheiro Marcos Loreto, a partir do Processo nº 2055863-6, o Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco(TCE/PE) emitiu uma Medida Cautelar, neste última terça-feira, 15 de setembro, relativa à locação de tendas armadas, pela Prefeitura de Ouricuri para a prestação de serviços em locais públicos.

Segundo o TCE/PE, “há sérios indícios de sobrepreço no contrato, e sua prorrogação, de locação de tendas”. Consta no relatório da auditoria, que o contrato está em andamento, e já foi pago duas parcelas no valor total de R$ 317.991,93.

Ainda é apontado indícios de falta de justificativa na prorrogação do contrato em questão, que foi firmado ainda no ano de 2017.

Dessa forma, o contrato será analisado quanto à sua regularidade, ficando concedido nos termos do art. 7° da Resolução TC n° 16/17, o prazo de 5 (cinco) dias para que o prefeito Ricardo Ramos se pronuncie sobre o assunto.

(Fala PE)

Cidade de Pernambuco tem apenas um candidato a prefeito concorrendo nas eleições 2020

Uma cidade do interior de Pernambuco está chamando a atenção por causa de um fato curioso envolvendo as eleições municipais deste ano. Alagoinha, localizada no Agreste do estado, tem apenas um candidato concorrendo ao cargo de prefeito. Uilas Leal (PSB) é o atual gestor da cidade e está se candidatando à reeleição em 2020.

A candidatura dele foi a única inscrita nas convenções do município. Apesar de vários nomes da oposição terem sido cotados, nenhum deles aceitou se candidatar nas eleições deste ano.

Apesar da situação parecer inusitada, a lei eleitoral permite que tenha apenas um candidato inscrito para a disputa eleitoral. Mesmo se a população decidir votar apenas em branco ou nulo, o candidato ainda pode ganhar porque só os votos válidos serão contabilizados. “Se apenas o candidato votar nele mesmo, ele consegue ganhar as eleições com 100% dos votos”, afirmou o analista.

População deve cobrar partidos

Se a população ficar insatisfeita com as poucas opções de candidatos para votar, não há como adicionar outros candidatos para concorrer porque o prazo das convenções eleitorais terminou nessa quarta-feira (16). “A população deve questionar os demais partidos por não terem lançados candidatos. A população precisa cobrar por que os candidatos não lançaram candidaturas próprias”, finaliza.