Anormalidade do coronavírus foi identificada em pacientes de Manaus

Resultado de imagem para ANORALIDADES EM PACIENTES DE MANAUS

Foto ilustrativa: Stephane Mahe/Reuters

Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) identificaram a variante brasileira do coronavírus em dois pacientes de Manaus que, devido ao colapso da saúde no Amazonas, foram transferidos ao Recife e morreram na capital pernambucana.

O resultado do sequenciamento genético de 44 amostras biológicas, feito pelo Instituto Aggeu Magalhães, foi divulgado nesta quinta-feira (11). A nova variante não foi achada em moradores de Pernambuco.

Os pacientes com a nova variante eram do sexo masculino e estavam na faixa etária dos 50 anos. Um deles morreu no Hospital das Clínicas (HC), na Zona Oeste, em janeiro. O outro também foi internado inicialmente no HC e, após agravamento, transferido para o Hospital de Referência à Covid-19 (antigo Alfa), na Zona Sul, onde morreu em fevereiro. Ao todo, 26 pacientes de Manaus foram transferidos para hospitais do Recife, Desse total, quatro morreram. (G1 )

Variante do Coronavírus pode estar circulando em Pernambuco

A secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco está no aguardo dos resultados de uma investigação do Instituto Aggeu Magalhães, da Fundação Oswaldo Cruz, para saber se a nova variante do coronavírus já circula no estado. Segundo a secretaria, as amostras já foram colhidas e devem apresentar uma definição até esta sexta-feira, no máximo.

Para o secretário estadual de Saúde, André Longo, a nova variante já circula em todo o território nacional, inclusive em Pernambuco.

Ouricuri confirma mais uma morte por Covid-19 e 1.436 pessoas vacinadas

Resultado de imagem para morte covid

No boletim epidemiológico dessa quarta-feira (10), o Comitê Oficial de Combate ao Novo Coronavírus de Ouricuri, confirmou mais uma morte por Covid-19. A cidade já tem um saldo de 38 perdas. A Secretaria de Ouricuri não divulga perfis, segundo a Secretária Gardielle Andrade, uma forma de preservar as famílias num momento de sensibilidade. Na última semana, o número de casos vem caindo, neste último boletim, foram apenas 4 registros positivos, 13 curas, 1.153 casos confirmados e 45 pessoas em tratamento.

A taxa de ocupação dos leitos no Hospital de Campanha também foi reduzida a 20%. O informativo registrou que 1.436 pessoas já foram vacinadas.

Cidinha Medrado

Serra Talhada registrou aumento surpreendente de novos casos da covid-19 neste início de semana, 75 a mais

O boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde de Serra Talhada, desta segunda-feira (8), aponta que o município registrou 75 novos casos da covid-19 nas últimas 72 horas diagnosticados através de 6 testes rápidos, 7 resultados de Swabs e 1 exame particular, sendo 29 pacientes do sexo masculino e 46 do sexo feminino, com idades entre 01 e 84 anos.

Foto ilustrativa

O município tem no momento 91 casos em investigação, 30.111 descartados, 6.687 casos confirmados, 125 pacientes em isolamento domiciliar, 10 pacientes em internamento hospitalar, 135 casos ativos, 93 óbitos e 6.459 pacientes recuperados.

Confira os números atualizados da covid-19 em Araripina e região

Nesta segunda-feira (08), o município de Araripina tem 3.796 confirmações da Covid-19, com 3.675 curas e 58 mortes. Exu tem 1.976 casos da Covid-19, com 1.873 curas e 24 mortes. Bodocó tem 1.301 confirmações da Covid-19, com 1.051 curas e 15 mortes. Ouricuri tem 1.135 registros, com 1037 curas e 37 óbitos.

Trindade tem 807 casos confirmados, com 703 curas e 26 óbitos em função do novo coronavírus. Ipubi chegou a 550 casos do novo coronavírus, 483 pacientes recuperados e 27 mortes. Santa Cruz tem 335 registros, com 316 curas e quatro mortes.

Sertão Central

Salgueiro tem 3.387 casos, com 3.022 curas e 66 óbitos por Covid-19 no município. Cedro tem 825 casos confirmados, com 775 curas e seis óbitos.

Parnamirim tem 689 casos, com 661 curas e 16 mortes. Terra Nova tem 567 casos confirmados, 536 recuperados da doença e oito mortes. (Roberto Gonçalves)

Pernambuco receberá novas doses de vacina contra a Covid-19

Previsão é que a próxima remessa do imunizante da Sinovac/Butantan chegue ao Estado até o final desta semana, ampliando a vacinação dos trabalhadores de saúde (Foto: Sergio Bernardo)

O Governo de Pernambuco anunciou, durante coletiva de imprensa online nesta quinta-feira (04.02), a previsão de chegada de novas doses da vacina contra a Covid-19 da Sinovac/Butantan até o final desta semana. A gestão estadual já pactuou com as prefeituras o uso dessa nova remessa – acordada em reunião com o Ministério da Saúde, na manhã desta quinta – para ampliar a vacinação dos trabalhadores de saúde, dando continuidade ao que vem sendo feito para essa categoria, em decisão tomada durante reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), na última quarta-feira (03.02), que também passou pelo aval do Comitê Técnico Estadual para acompanhamento da vacinação contra a Covid-19. O quantitativo de doses a ser enviado ainda não foi detalhado pelo Ministério da Saúde.

O secretário estadual de Saúde, André Longo, explicou que as realidades dos municípios são distintas, assim como as redes assistenciais. “Há locais que já estão vacinando a atenção primária e já completaram a linha de frente da Covid-19, as UTIs, emergências e, com isso, a recomendação é continuar avançando em outras estratégias para proteção dos trabalhadores de saúde. Lembramos que é importante priorizar aqueles que estão diretamente mobilizados na assistência aos pacientes da Covid-19 e planejar as outras áreas, de acordo com a disponibilidade das doses que estão sendo enviadas pelo Ministério da Saúde”, disse.

Até o momento, mais de 117 mil trabalhadores de saúde foram contemplados, em ambas as doses, nas remessas anteriores da vacina Sinovac/Butantan. Isso significa 40% dos mais de 294 mil trabalhadores da categoria. No primeiro momento, foi pactuado que a prioridade era vacinar os trabalhadores de saúde da linha de frente da Covid-19, como aqueles que atuam em UTIs e enfermarias de pacientes com o novo coronavírus, emergências e todos os funcionários que atuam em unidades exclusivas para atendimento Covid, seguindo para outras áreas hospitalares e para a atenção primária de acordo com a realidade da rede de saúde de cada município.

O Comitê Estadual de Vacinação também orientou, na reunião da última quarta-feira, que a segunda dose da vacina do Butantan pode ser feita entre 21 e 28 dias. A recomendação do Ministério da Saúde é de duas a quatro semanas após a primeira dose. Cada município pode utilizar a estratégia de acordo com a organização da sua rede.

BALANÇO – De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde, nesta quinta-feira Pernambuco ultrapassou a marca dos 160 mil vacinados contra a Covid-19. Desde o início da imunização no Estado, 161.566 pessoas do público prioritário da primeira fase da campanha já foram vacinadas. Deste total, 85.471 são trabalhadores da saúde; 22.004 indígenas aldeados; 4.535 são idosos que vivem em instituições de longa permanência; 49.240 idosos acima de 85 anos; e 316 pessoas com deficiência que vivem em abrigos.

Até o momento, Pernambuco recebeu duas remessas da vacina Sinovac/Butantan, totalizando 309.360 unidades. Além dos 40% dos trabalhadores de saúde, as doses contemplaram 100% da população indígena e a totalidade de idosos e pessoas com deficiência que vivem em instituições. Já as 38.400 doses da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz foram destinadas a 100% dos idosos a partir dos 85 anos, apenas para a primeira dose. A segunda será enviada posteriormente, segundo o Ministério da Saúde.

André Longo ressaltou ainda a importância de a população seguir as recomendações oficiais sobre o uso do imunizante. “A vacina é um bem coletivo e é preciso respeitar os públicos prioritários e o tempo entre a primeira e a segunda dose. Em Pernambuco, nós não iremos aceitar nenhum tipo de desvio de conduta na aplicação das doses e já estamos atuando, em parceria com os órgãos de controle e as autoridades policiais, para que os casos que não estejam em conformidade com o plano estadual de vacinação sejam devidamente investigados e punidos”, salientou.

Guilherme Aguiar (FalaPE)

Confira os números atuais da Covid-19 na região do Araripe

Resultado de imagem para covidO município de Araripina tem nesta quinta-feira (04), 3.740 confirmações da Covid-19, com 3.575 curas e 58 mortes. Exu tem 1.958 casos da Covid-19, com 1.831 curas e 22 mortes. Bodocó tem 1.290 confirmações da Covid-19, com 1.050 curas e 15 mortes. Ouricuri tem 1.117 registros, com 994 curas. O município registrou mais duas mortes na segunda-feira, subindo para 37 óbitos.

Trindade tem 786 casos confirmados, com 741 curas e 26 óbitos em função do novo coronavírus. Ipubi chegou a 547 casos do novo coronavírus, 482 pacientes recuperados e 27 mortes.Santa Cruz tem 330 registros, com 307 curas e quatro mortes.

Sertão Central

Salgueiro tem 3.338 casos, com 2.917 curas e 65 óbitos por Covid-19 no município. Cedro tem 820 casos confirmados, com 773 curas e cinco óbitos. Parnamirim tem 687 casos, com 654 curas. O município confirmou mais uma morte, subindo para 16 óbitos. Terra Nova tem 554 casos confirmados, 515 recuperados da doença e sete mortes. (Roberto Gonçalves)

Mais mortes por Covid-19 no Araripe. Trindade, Granito e Parnamirim registram

Doença Causada Pelo Novo Coronavírus (COVID-19): mais perguntas do que  respostas - SBMT 

Pernambuco confirmou, nesta terça-feira (2), 1.977 casos e 23 óbitos por Covid-19. Com esse acréscimo, o estado passou a totalizar 263.722 infectados e 10.387 mortes de pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), 43 dos 1.977 casos confirmados nesta terça-feira (2) foram de pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). As outras 1.934 pessoas que tiveram diagnóstico confirmado estavam com a forma leve da doença.

Considerando essa divisão, o estado passou a ter 31.132 pessoas diagnosticadas com a forma grave da Covid-19 e outras 232.590 com a forma leve da infecção. A contagem teve início em março de 2020.

Além disso, o boletim registra um total de 224.393 pacientes recuperados da doença. Destes, 19.081 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 205.312 eram casos leves.

Mortes.

As 23 mortes registradas no boletim desta terça-feira (2) ocorreram entre o dia 29 de maio de 2020 e a segunda-feira (1º). Foram 13 homens e 10 mulheres. As novas mortes são moradores de Arcoverde (1), Camaragibe (1), Granito (1), Jaboatão dos Guararapes (3), Olinda (1), Parnamirim (1), Paulista (1), Recife (11), Rio Formoso (1), Serra Talhada (1) e Trindade (1).

Os pacientes tinham idades entre 32 e 89 anos. As faixas etárias são: 30 a 39 (1), 40 a 49 (1), 50 a 59 (1), 60 a 69 (7), 70 a 79 (8) e 80 ou mais (5).

Ouricuri registra duas mortes e mais 22 novos casos por Covid-19 nessa segunda (1)

Ocupação de leitos de UTI para covid-19 está acima de 80% em 7 capitais | Exame

Foto para ilustrar

No final da tarde desta segunda-feira (1), a Secretaria de Saúde de Ouricuri anunciou que duas pessoas morreram por complicações pela COVID-19. A situação é preocupante para o órgão, pois apesar das 18 curas, a cidade registrou um número alto de novos casos, mais 22 pessoas com resultados positivos.

O boletim também anunciou que 84 pessoas estão sendo tratadas e segundo o Comitê Oficial de Combate ao Novo Coronavírus, o hospital de campanha continua com apenas 30% de ocupação dos seus leitos. (Cidinha Medrado)

Covid- 19 –  Ouricuri teve mais uma morte e 11 casos novos da doença nas ultimas 24 horas

Foto: Comitê Oficial de Ouricuri

Ouricuri registrou mais um óbito nas últimas 24 horas, 6 registros de novos casos da covid-19 e 11 curas Em relação ao hospital de campanha, mais uma pessoa foi internada e outra teve alta. Mas ainda há ocupação de 30% dos leitos.

A cidade também iniciou nesta sexta-feira (29), a vacinação dos idosos a partir de 85 anos, até o momento, Ouricuri já vacinou 602 pessoas. (Cidinha Medrado)