Candidato a prefeito de Parnamirim Nininho Carvalho diz que adversários tentam prejudicá-lo com fake news

Por meio de uma nota de repúdio enviada à imprensa, o candidato a prefeito de Parnamirim (PE), Nininho Carvalho, fez questão de tranquilizar seu eleitorado sobre as denúncias de que poderia ter seu nome impugnado pela Justiça Eleitoral. Nininho assegura que é ‘ficha limpa’ e se diz pronto para a disputa do próximo dia 15 de novembro. Ele atribuiu as denúncias a uma “tentativa fracassada” de seus opositores, que espalham fake news para prejudicá-lo.

Confiram:

NOTA DE REPÚDIO

O candidato Ferdinando Lima de Carvalho, “Nininho”, tranquiliza o povo de Parnamirim assegurando que é candidato ficha limpa para as eleições do próximo dia 15 de novembro de 2020.

Nininho não possui contas rejeitadas pela Câmara Municipal de Vereadores, nem condenações judiciais que o impeçam de disputar o 3º (terceiro) mandato de prefeito.

Qualquer tentativa de impedir sua candidatura não passa de manobra fracassada dos seus opositores, que certos da derrota adotam atitudes desprezíveis com a criação e propagação de notícias falsas (fake news), que serão objeto de processo junto à Justiça Eleitoral e Criminal.

Aos corações da “Família 40”, Nininho assegura sua candidatura, e junto com Dr. Rennê, convoca a todos para continuar recebendo de braços abertos as adesões que construirão uma esmagadora vitória a ser comemorada daqui há pouco mais de um mês.

Nininho Carvalho/Ascom

Ônibus escolar da prefeitura de Bodocó é apreendido fazendo transporte irregular de passageiros

Um ônibus escolar com placa de Bodocó, no Sertão de Pernambuco, foi apreendido nesta quarta-feira (14), por fiscais da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), próximo ao município de Crato, no Ceará. De acordo com os fiscais, o veículo fazia transporte irregular de passageiros.

“Foi apreendido esse veículo, fazendo transporte irregular de passageiros. Ele é da prefeitura de Bodocó, interior de Pernambuco. Estava levando pessoas para fazer exames médicos, fazendo a cobrança de R$ 25, por passageiro, em um total de 25 passageiros”, afirma Antoniel dos Reis, fiscal da ANTT.

O secretário de educação de Bodocó estava no ônibus e todos foram levados para à sede da Polícia Federal, em Juazeiro do Norte. A fiscalização da ANTT faz parte da operação Pascal, que está sendo feita em todo o país. “O carro foi retido e trazido aqui para a Polícia Federal. O delegado da Polícia Federal está fazendo os procedimentos deles, e quando terminar faremos o nosso. O carro será retido por 72 horas e terá que pagar todas as taxas e pátio e passagem dos passageiros até o destino final”, diz o fiscal.

A assessoria da Prefeitura de Bodocó informou em nota que “o prefeito Túlio Alves não tem relação com o ocorrido e só tomou conhecimento do caso, após divulgação da imprensa”. Segundo a nota, “as responsabilidades serão apuradas e só depois, a gestão municipal vai se pronunciar sobre o assunto”. (G1 Petrolina)

Gildevan Melo tem candidatura de prefeito indeferida pela justiça eleitoral em Santa Filomena

A justiça de Santa Filomena-PE, através do juiz Carlos Eduardo das Neves Mathias da 82ª zona eleitoral, com sede em Ouricuri-PE, indeferiu a candidatura de Gildevan Melo (PSD) para prefeito de Santa Filomena.

Segundo a sentença, a ex-prefeita Evaneide Melo teve as contas do exercício financeiro de 2009 reprovada pela Câmara Municipal, e na época, Gildevan Melo que era secretário de administração e finanças, foi condenado a devolver R$ 132.948.66 (cento e trinta e dois mil, novecentos e quarenta e oito reais e sessenta e seis centavos).

Decisão: Indefiro o pedido de registro de candidatura de Pedro Gildevan Coelho Melo, para concorrer ao cargo de Prefeito e, consequentemente indefiro a Chapa Majoritária da Coligação JUNTOS POR UMA SANTA FILOMENA MELHOR PARA TODOS (DEM/55/MDB).

Exu: Nota de esclarecimento do candidato a prefeito João Victor Bento

Direito de resposta concedido pelo Blog do Cariri Filho ao candidato a prefeito de Exu-PE, João Victor Bento (REPUBLICANOS).

Nota de Esclarecimento

Nesta terça-feira, 13, o blog Cariri Filho publicou uma matéria tendenciosa e infundada sobre a carreata realizada pelos candidatos a prefeito e vice-prefeito João Victor Bento e Dr. Ulisses, neste sábado, 10, em Exu.

Nosso evento foi feito de forma organizada, pacífica e respeitando todas as normas sanitárias. Em nenhum momento a rodovia Asa Branca ficou interditada pela carreata. Nossa equipe trabalhou com empenho na organização dos veículos, que em nenhum momento do percurso atrapalhou o trânsito. Todos os carros e motos permitiram a passagem da ambulância, que era do município de Exu e não do SAMU, como foi dito na matéria.

Seguimos com nossa palavra e compromisso com a sociedade exuense, e durante toda a carreata foram utilizados apenas fogos de artifícios silenciosos. Os fogos soltados durante a inauguração do Comitê Ponto 10 não são de responsabilidade da coordenação e organização do evento, e isto foi esclarecido por João Victor Bento na hora do ocorrido, e novamente pediu a todos os correligionários que não soltassem fogos de artifício durante os eventos da campanha.

Infelizmente, um cidadão e apoiador do nosso partido foi agredido fisicamente por um indivíduo da oposição, que na tentativa de atrapalhar nosso evento, invadiu a rodovia com seu veículo e paredão de som, atrapalhando a passagem da carreata. Prestamos toda a assistência ao nosso eleitor e as medidas legais cabíveis foram tomadas.

Advertimos que a produção e o compartilhamento de notícias falsas e boatos é crime, incorrendo nas penas tipificadas pelo Código Penal brasileiro no capítulo que trata dos crimes contra a honra, nos art. 138 a art. 141.

Estamos vigilantes no combate de notícias falsas e boatos. Seguimos nossa campanha de forma limpa, com trabalho e compromisso com o povo exuense e repudiamos veementemente aqueles que insistem em criar situações para macular nossa imagem com o intuito de se autopromover.

Regivaldo Macedo tem candidatura indeferida para prefeito de Ouricuri pelo TRE-PE

A justiça da 82ª zona eleitoral de Ouricuri-PE, indeferiu nessa terça-feira (13), a solicitação de registro de candidatura de Regivaldo Macedo (Patriota) para prefeito de Ouricuri.

Segundo a sentença do juiz eleitoral, dr. Carlos Eduardo das Neves Mathias, o candidato não apresentou a documentação exigida pela legislação vigente até o prazo de intimação.

Decisão: INDEFIRO o pedido de registro de candidatura de Regivaldo Vieira de Macedo, para concorrer ao cargo de prefeito no município de Ouricuri.

Justiça eleitoral impugna candidatura de Botinha Coelho em Ouricuri-PE

Nesta terça-feira (13 de outubro), a justiça eleitoral de Ouricuri-PE, a través do juiz da 82ª zona, Carlos Eduardo Das Neves Mathias indeferiu o pedido de registro de candidatura da chapa: Botinha Coelho (Solidariedade) e Assis Junior (PT).

O Ministério Público Eleitoral havia pedido a justiça pela impugnação de Botinha Coelho, alegando o seu parentesco com o atual prefeito, Ricardo Ramos, que vai pra reeleição. Botinha Coelho é casado com Aniele Ramos, que é irmã do prefeito Ricardo.

Na sentença, o juiz destaca que: “permitir que parentes disputem eleições numa mesma circunscrição, inclusive de forma antagônica, é muitas vezes a garantia de que o poder jamais sairá das mãos de uma mesma família, sendo, por isso mesmo, irrelevante a questão da suposta inimizade entre os candidatos”.

Na decisão, o juiz cita o art. 14, § 7º da Constituição do Brasil, deve ser interpretado de maneira a dar eficácia e efetividade aos postulados republicanos e democráticos da Constituição, evitando-se a perpetuidade ou alongada presença de familiares no poder.

Ainda segundo a justiça, apenas hipoteticamente, é conveniente uma inimizade apenas apresentada ao eleitorado, pois além de formar uma base de eleitores e simpatizantes crentes que o parentesco não faz o impugnado perpetuar o poder intra familiar, já prepararia o eleitorado para o candidato a ser indicado logo após o indeferimento do Registro de sua Candidatura.

Por isso, a hipótese legal e constitucional são tão sábias, pois prevê a hipótese de que em quatro paredes os parentes se confraternizam e vivem em harmonia ao tempo em que para o eleitorado são inimigos ostensivos, o que faço consignar apenas na forma de hipótese, pois idependentemente de se tratar de ou não de dissimulação eleitoral tão só para o eleitorado, as normas alhures apontadas obstam a candidatura do impugnado.

Decisão: Isso posto, nos termos do art. 14, § 7º, da Constituição Federal c/c art. 1º, § 3º, da Lei Complementar 64/90, JULGO PROCEDENTE o pedido contido na AÇÃO DE IMPUGNAÇÃO DE PEDIDO DE REGISTRO DE CANDIDATURA com o indeferir o registro de candidatura de LENARTE ALENCAR COELHO e, por via de consequência, INDEFIRO a chapa majoritária respectiva.

A decisão é passível de recurso.

Candidato a prefeito de Exu João Victor Bento volta atrás e promove carreata com fogos e sem organização

O candidato a prefeito de Exu-PE, João Victor Bento (Republicanos), realizou no último sábado (10) na cidade do Rei do Baião, uma carreata com seus simpatizantes. O evento sem organização, os veículos fecharam a rodovia Asa Branca, impedindo até mesmo a passagem de uma ambulância do SAMU, que de cirene ligada buscava passar para fazer um socorro.

A manifestação também foi surpreendida pelos exuenses com uma bateria de fogos, de estampidos, revoltando os moradores de Exu, com a falta de compromisso do candidato João Victor Bento que se comprometeu em redes sociais em fazer uma campanha sem uso de fogos, mas, bastou o primeiro evento para a promessa ir de água abaixo.

Na fala de João Victor no ato político que não respeitou as regras sanitárias glomerando as margens da rodovia, a coligação organizou uma bateria de fogos de artificio. A carreata também ficou marcada pelo registro de brigas e acidentes.

Cautelar determina suspensão de pagamentos de contrato de locação de tendas em Ouricuri

A Segunda Câmara do TCE homologou, na manhã da última quinta-feira (8), uma Medida Cautelar (nº 2055863-6) expedida pelo conselheiro Marcos Loreto determinando que a Prefeitura de Ouricuri suspenda os pagamentos relativos ao contrato nº 10/2017, referente à locação de tendas armadas em locais públicos nos serviços de enfrentamento da Covid-19. A aprovação foi unânime.

A medida de urgência foi decidida após uma análise técnica do Tribunal que apontou indícios de duas irregularidades no acordo: a prorrogação contratual sem justificativa, falha prevista na Lei de Licitações, e o superfaturamento no valor da locação das tendas. Segundo o relatório de auditoria, que apresenta uma comparação de preços pagos por sete municípios da região, a Secretaria de Saúde de Ouricuri alugou o material por R$ 274,48 por dia útil. A média levantada do valor de mercado, no entanto, foi de R$ 35,57 por dia, o que indica um sobrepreço de 617,12% na localidade.

A partir dos resultados da auditoria, o conselheiro Marcos Loreto expediu a cautelar determinando a interrupção do contrato em andamento, através do qual já foram pagas duas parcelas no valor total de R$ 317.991,93. O relator concedeu, ainda, o prazo de cinco dias para que o prefeito do município se manifestasse sobre a deliberação, mas o gestor não se pronunciou em defesa.

Além da homologação, o TCE determinou a formalização de uma Auditoria Especial para que, de forma definitiva, possa analisar a regularidade do contrato, assim como outros fatos que possam ser verificados pelo seu corpo técnico.

SESSÃO – Estiveram presentes na sessão o relator e presidente da Segunda Câmara, conselheiro Marcos Loreto, os conselheiros Carlos Porto e Teresa Duere e os conselheiros substitutos Luiz Arcoverde, Carlos Pimentel e Adriano Cisneiros. O procurador Ricardo Alexandre foi o representante do Ministério Público de Contas.

Jovem é morta a tiros durante festa de aniversário na zona rural de Ouricuri

A jovem Flávia Andressa da Silva Rodrigues, 26 anos, foi morta a tiros na madrugada desse domingo, 11, durante uma festa de aniversário numa chácara localizada na estrada que dá acesso ao Sítio Tamboril, na zona rural de Ouricuri.

Em depoimento à polícia, o proprietário da chácara e testemunhas relataram que aproximadamente 60 pessoas participavam da festa, entre homens e mulheres, com consumo de bebidas alcoólicas, quando o crime aconteceu.

Policiais militares isolaram o local do crime e repassaram a ocorrência para a Delegacia de Polícia Civil da cidade. Um inquérito foi instaurado para investigar a autoria e motivação do homicídio. (Por Alvinho Patriota)

Morre ex-vereador de Granito Antonio Sales; Maurílio Sampaio lamenta sua partida

Imagem (Rosalí, Antonio Sales de Oliveira e Maurílio Sampaio)

“Um legado construído com serviço prestado e cuidando do povo, um amigo que partiu e que deixou sua história e um legado de amizade”, disse Maurílio.

O ex-vereador de Granito-PE, Antonio Sales faleceu neste domingo (11), vítima de parada cardíaca.

Antônio Sales, vereador de 4 mandatos, ocupou a cadeira por 20 anos na Câmara Municipal de Granito, quando saiu da política deixou seu legado e herdado pelo filho Netinho (João Gutemberg) que ocupou com muita responsabilidade, respeito e a mesma firmeza do seu pai a cadeira por ele ocupada, Netinho também foi vice prefeito.

“Eu, Maurílio Sampaio e minha família, os filhos de Senhor Givaldo Sampaio perdemos um grande amigo, um irmão em verdade como somos da família, nossos sentimentos a nossa amiga Rosali (vereadora) que hoje está na luta para manter o legado de seu irmão, a Paula, Maria, minha amiga Veronica, Alacoque, Paulo, Neuricelia, Lena sua esposa, Corrinha sua cunhada, Alana sua filha, Hiago, Hiarlin, Ítalo, Nicioke e seus sobrinhos e netos”.

              Maurilio Sampaio

Gerente Geral de Articulação Regional da Casa Civil do Governo de Pernambuco