Fiscalização encontra remédios com até três meses vencidos em postos de saúde de Araripina

Uma fiscalização realizada no final da tarde desta quinta 17/06 por vereadores do município de Araripina-PE foi constado falta de medicamentos básicos nos postos de saúde da cidade, como os de uso contínuo para pressão arterial e outros, e o que é pior, até medicamentos vencidos tinha nas prateleiras da unidade de saúde do bairro cavale 1.

O governo federal envia para o município sertanejo rigorosamente o valor de 41.000.00 (quarenta e um mil reis) mensal somente para compra de medicamentos para distribuir com a população carente do município, até aqui já foram embolsados pela prefeitura 246.000,00 (duzentos e quarenta seis mil reais) só para essa finalidade.

Os remédios vencidos encontrados nas prateleiras do posto de saúde do bairro cavalete 1 foram, amlovasc medicamento indicado no tratamento da hipertensão (pressão alta) e angina de peito (dor no peito, por doença do coração) devido à isquemia miocárdica (falta de sangue no coração). outro medicamento vencido encontrado pelos vereadores foi amoxicilina um remédio muito usado no tratamento de uma gama de infecções causadas por bactérias, que podem manifestar-se nos pulmões (pneumonia e bronquite), nas amígdalas (amigdalite), nos seios da face (sinusite), no trato urinário e genital, na pele e nas mucosas.

Uma denúncia está sendo formalizada junto ao ministério público de Pernambuco e ao ministério público federal para barrar os crimes cometidos pela prefeitura de Araripina e está sendo assinada em conjunto pelos vereadores, João dias, Francisco Edvaldo, Silvano do morais, Divona, e Luciano Belo. (Do Blog Alberes Xavier)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.