Indignado com a situação da educação em Ouricuri, em reunião, coordenador entrega cargo ao secretário Franklin

extrema ouricuri escola

Os funcionários da educação, especialmente do Povoado da Extrema em Ouricuri estão com dois meses de atraso em seus dos pagamentos, a dívida é referente aos meses outubro e novembro de 2015 e a escola encontra-se em péssimas condições estruturais. Devido a tantos problemas, a comunidade convocou o prefeito de Ouricuri Cézar de Preto (PSB) e o secretário de educação Dr. Franklin Aquino para uma reunião no dia 4 de março de 2016 as 2 horas da tarde no Grupo Escolar do Povoado da Extrema, zona rural de Ouricuri. Estavam presentes os gestores da escola, professores, funcionários, pais, alunos, representantes de igrejas, associações e delegacia sindical.

O Poder Legislativo foi representado pelos vereadores Cléber Cunha e Giba que defenderam as reivindicações da comunidade escolar. A população compareceu em massa, mas após uma longa espera, o prefeito não compareceu, somente o secretário de educação acompanhado do vereador Everaldo Valério. Os professores contratados alegaram que só retornariam às salas de aula mediante o pagamento dos salários em atraso e cobraram juntamente aos demais funcionários, pais de alunos, representantes da sociedade civil, a construção do ginásio do Povoado da Extrema, pois a escola possui apenas três salas que não são suficientes para comportar uma demanda de aproximadamente 300 alunos, sendo que a mesma foi construída há várias décadas, motivo pelo qual suas estruturas estão ameaçadas colocando em risco a vida de todos e prejudicando a aprendizagem.

O secretário falou que na segunda-feira (07) as aulas deveriam ter início, e que a prefeitura irá pagar um mês aos professores, mas falou ainda que não saberia informar quando sairia esse pagamento. Sobre a construção do ginásio, o secretário disse que em breve o prefeito irá construir seis salas novas no Povoado da Extrema.

Ao final da reunião, o professor José Nildo Gonçalves dos Santos, relatou as dificuldades enfrentadas pela comunidade, falou de sua insatisfação com relação a administração municipal e perante toda a população entregou o cargo de coordenador pedagógico ao secretário Franklin, “eu declaro que, a partir de hoje, 04 de março, eu não faço mais parte do Governo Cezar de Preto”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.