Ministério Público move ações contra pré-candidatos por propaganda eleitoral antecipada

Quatro novas ações foram propostas pelo Ministério Público para combater a prática de propaganda eleitoral antecipada por meio de outdoors ou mídias similares em Pernambuco. Foram movidas representações contra o governador Paulo Câmara (PSB), que tentará a reeleição; os deputados federais Felipe Carreras (PSB) e Daniel Coelho (PPS) e o deputado estadual Francismar Pontes (PSB). O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) vai julgar os processos.

Conforme calendário eleitoral divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as propagandas eleitorais só serão liberadas a partir do dia 16 de agosto, um dia após o fim do prazo para o registro de candidaturas. Antes desta data são permitidas menções à pretensa candidatura, exaltação das qualidades dos pré-candidatos e alguns atos de pré-campanha, mas o MP é contra mensagens veiculadas por instrumentos como outdoors, que são proibidos até mesmo durante a campanha. (Por Alvinho Patriota)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.