Pernambuco não registra casos da variante Ômicron até o momento

A variante Ômicron ainda não foi detectada em território pernambucano é o que aponta o novo sequenciamento genético realizado pelo Instituto Aggeu Magalhães (IAM/Fiocruz PE) e divulgado, nesta sexta-feira (31/12), pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). O novo relatório, com análise de 120 genomas, aponta que todas as amostras eram da Delta e suas sublinhagens.

As amostras analisadas foram coletadas entre os dias 23/11 e 12/12, de pacientes residentes em Afogados da Ingazeira (3), Belém do São Francisco (10), Cabo de Santo Agostinho (1), Carnaubeira da Penha (2), Caruaru (1), Custódia (1), Exu (1), Floresta (1), Garanhuns (2), Igarassu (3), Itambé (1), Jaboatão dos Guararapes (1), Moreilândia (2), Ouricuri (1), Recife (53), Salgueiro (12), Santa Filomena (3), Serra Talhada (3), Serrita (17), Sertânia (1) e Timbaúba (1).

“Para fechar este ano, recebemos nesta sexta-feira, mais um relatório de circulação de linhagens de SARS-CoV-2 pela Fiocruz. Até agora, não podemos afirmar que ocorre a circulação da variante Ômicron em Pernambuco. Vale ressaltar que as amostras correspondem ao final do mês de novembro e início de dezembro e todas as análises,  deste período, mostram que os pacientes foram infectados pela Delta. No entanto, já enviamos para sequenciamento genético amostras coletadas nas últimas semanas de dezembro e aguardamos os resultados nos próximos dias”, ressaltou o secretário estadual de Saúde, André Longo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.