Seu Aprígio está entre os seis novos patrimônios vivos de Pernambuco

Pernambuco ganhou mais seis patrimônios vivos, escolhidos pelo Conselho Estadual de Preservação Cultural na ultima quarta feira (10). Os artesãos Mestre Saúba (Brinquedos populares e mamulengos, de Jaboatão dos Guararapes); Maracatu de Baque Solto Cambinda Brasileira (Nazaré da Mata); Mestre Aprígio (artesão do couro, de Ouricuri); Mestre Nado (artesão de instrumentos musicais feitos de barro, de Olinda); Assis Calixto (mestre de coco, de Arcoverde); e Tribo Indígena Carijós (Caboclinho) do Recife, foram os nomes escolhidos.

O artesão Aprígio nascido em Exu, no Sertão, em 25 de maio de 1941, José Aprígio Lopes confecciona peças em couro. O artesão conta que produziu, a partir de 1955, os chapéus de couro utilizados por Luiz Gonzaga. Dominguinhos também foi outro artista que vestiu as produções do Mestre Aprígio, que vive em Ouricuri e segue produzindo as peças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.