Sindicato de Ouricuri denuncia falta de transparência do FUNPREO ao MPPE

SINDSEP

O Sindicato dos Servidores Públicos de Ouricuri (SINDSEP) protocolou nesta segunda-feira (21) no Ministério Público de Pernambuco denúncia contra o Fundo Previdenciário de Ouricuri (FUNPREO) pela sistemática falta de transparência em relação à movimentação financeira.

Segundo detalha o sindicato, desde maio/2014 que o SINDSEP vinha cobrando do FUNPREO informações e agilidade nos processos de aposentadorias dos servidores. Esses atrasos comprovados de mais de um em alguns processos foi o estopim das diversas ações do Sindicato, que inicialmente procurou junto ao FUNPREO a regularização da concessão das aposentadorias e solicitou diversas informações, como saldo das contas e montante da dívida da prefeitura. Mas não houve resposta.

Em seguida, o Sindsep realizou uma assembleia geral com os servidores para colocá-los a par da situação. Quando convidou formalmente representante do FUNPREO para dar explicações à assembleia, mas não compareceu.

O Sindsep diz ainda que, foi procurado ajuda da Câmara Municipal, onde alguns vereadores se prontificaram e entraram com requerimentos de pedido de informações. Mas afirma o Sindsep que, não ficamos satisfeitos com o resultado prático dessa ação.

Por fim, o sindicato diz, “estamos recorrendo agora ao Promotor de Justiça de Ouricuri, Dr. Emanuel Dias da Purificação Neto, pedindo as seguintes ações”:

1- Que requeira da Caixa Econômica Federal, Ag. 2130, Ouricuri-PE, informações financeiras relacionadas ao CNPJ nº. 05.219.326/0001-28, do Fundo Previdenciário do Município de Ouricuri, denominado FUNPREO;

2- Que solicitar do FUNPREO o saldo atual da(s) conta(as) e o montante da dívida da Prefeitura de Ouricuri com o Fundo;

3- Promoção de um TAC com o FUNPREO, estipulando prazo para realização da eleição dos novos membros do Conselho Fiscal e Conselho Deliberativo, que está com mandato vencido desde 2013;

4- Solicitação de uma auditória no FUNPREO pelo TCE/PE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.