Operação Cactus: Policiais Militares de Ouricuri encontram metralhadora e fuzil em veiculo na PE-604

Nesta sexta-feira (18), Policiais Militares do 7º BPM, durante a OPERAÇÃO CACTUS, na PE-604, saída da cidade de Ouricuri, realizaram uma abordagem ao veículo Fiat Strada Freedom, cor cinza, ano 2019/2020, placa POJ -7664 Fortaleza, bem como aos seguintes ocupantes, o senhor E.B.S. 35 anos, motorista e a senhora E.F.S. 31 anos, passageira, onde foi encontrado na posse de 01 fuzil 7mm, número D 104122, 02 carregadores de fuzil 7mm, 14 munições de 7mm curto, 01 metralhadora 9mm, modelo MT12, Taurus, cor preta, 44 munições calibre 9mm, 02 carregadores 9mm da MT e 07 lâminas de carregamento.

Após consultas nos sistemas, foi constatado em seu desfavor, um Mandado de Prisão por homicídio da Comarca de Petrolina e o veículo Fiat Strada com registro de roubo.

A ocorrência foi apresentada na DPC local e em seguida na DPC de Araripina, para providências cabíveis.

Agência Estadual de Meio Ambiente apreende armas, madeira ilegal, caminhão e animais no Sertão do Araripe

Com três equipes agindo ao mesmo tempo, reunindo os setores de fiscalização industrial, florestal e da fauna, a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) promoveu, esta semana, uma ampla ação ambiental no Sertão do Araripe.  Em operação iniciada na segunda (6) e que prosseguiu até a manhã desta sexta (10), 262,5 metros de madeira ilegal, 198 animais silvestres – a maioria aves, vítimas do tráfico, algumas em risco de extinção ­­–, oito espingardas e dois caminhões foram apreendidos; sete calcinadoras (fábricas de cal e gesso) com problemas de operação foram intimadas e terão prazo para se regularizar; e uma rinha de briga de galo, com 18 animais vítimas de maus-tratos, foi desativada. Ao todo, as multas aplicadas somam R$ 77.300,00 mil.

Batizada de Operação Lenha Branca, em referência à madeira e ao pó presente nas fabricações de gesso, a ação teve o apoio de policiais da Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente  (Cipoma) e da Polícia Militar de Ouricuri e Araripina. Foram percorridos principalmente os municípios de Ouricuri, Trindade, Exu, Ipubi e Araripina, com intervenções pela manhã, tarde e noite. A apreensão das armas, um apoio direto ao Pacto pela Vida, ocorreu durante abordagens nas zonas rurais.

A rinha para briga de galo que foi desativada funcionava em área rural do município de Ipubi. Na ação, além das imagens degradantes do local, com algumas penas soltas e marcas de confrontos em suas paredes, os agentes ambientais constataram outros sinais de maus-tratos aos animais, que encontravam-se sem água e comida, provavelmente por dias seguidos. A multa aplicada foi de R$ 5 mil. No local também foram apreendidos 30 pássaros em cativeiro.

Ao longo dos cinco dias da operação, foram fiscalizados inúmeros empreendimentos. Por falta de licença de operação (LO) e/ou por estoque de madeira ilegal, sete das 25 calcinadoras fiscalizadas foram intimadas pelos agentes ambientais e terão que se regularizar ou serão fechadas. Em toda a ação, foram abordados 28 caminhões. Parte da madeira apreendida era transportada em dois deles que saíram do Piauí com destino ao município de Trindade, um com o DOF (Documento de Origem Florestal) inválido e outro sem o documento, necessário para o registro de madeira legal.

A operação também apurou denúncias de desmatamento em regiões do Araripe, mas não se constatou a prática de infrações nos locais denunciados. (Do JC Online)