Cantor Delmiro Barros, o cantor das vaquejadas, é preso em São José do Egito

A coordenação da Operação Força no Foco, realizada nessa quinta-feira (23) em São José do Egito, no Sertão de Pernambuco, com participação das Polícias Civil e Militar, prendeu o cantor e compositor Delmiro Barros.

Delmiro Barros foi alvo de mandado de prisão em decorrência de uma decisão transitada e julgada no STJ em Brasília, ele foi condenado a oito anos e seis meses de prisão, em virtude de tentativa de homicídio no ano de 2004, havia sido condenado a pena maior, mas recorreu e conseguiu a redução da pena, de qualquer forma a decisão não abre margem para recurso e o judiciário egipicience recebeu a incumbência de determinar a sua prisão que foi cumprida pela Polícia Civil e Militar.

Segundo a coordenação da Operação, Delmiro que é conhecido como o cantor das vaquejadas,  sofreu uma crise hipertensiva ao ser notificado da decisão e acabou sendo encaminhado ao hospital Maria Rafael de Siqueira, onde está sob escolta de policiais militares.

Delmiro Barros, também foi vereador em São José do Egito e presidiu a Câmara de Vereadores do município, atualmente era assessor parlamentar na Câmara.

Preliminarmente o cantor será recolhido a cadeia publica de São José do Egito, cabendo ao judiciário definição sobre a sua manutenção na cidade ou transferência para outra unidade, Delmiro tem sido acompanhado por advogado no episódio. (Do Blog Nill Júnior)

Morre o cantor Jerry Adriani, ídolo da Jovem Guarda, aos 70 anos

Morreu neste domingo (23) o cantor Jerry Adriani, um dos grandes ídolos da Jovem Guarda, aos 70 anos. Ele estava internado no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, onde foi diagnosticado com câncer. A informação sobre sua morte foi confirmada e informada pela família do artista no perfil oficial do cantor em uma rede social: “A família de Jerry Adriani tem o doloroso dever de comunicar aos seus amigos o seu falecimento. Agradecemos a todos pelo enorme carinho”.

O cantor descobriu que estava com câncer depois de ser internado, no dia 7 de abril, devido a uma trombose venosa profunda na perna. No hospital, Jerry foi submetido a uma série de exames que revelaram a doença.

Nascido em 29 do janeiro de 1947, em São Paulo, Jair Alves de Souza tornou-se conhecido pelo nome de Jerry Adriani em 1964, quando lançou o LP “Italianíssimo” — descendente de italianos, ele aprendeu a cantar em italiano com a avó. No mesmo ano, lançou o álbum “Credi a me”. Mas foi em 1965 que o músico fez sucesso com “Um grande amor”, seu primeiro disco gravado em português.

Também na década de 1960, Jerry virou apresentador do programa “Excelsior a Go Go”, da TV Excelsior. O programa coapresentado por Luiz Aguiar era um musical com apresentações de artistas como Os Vips, Os Incríveis e Cidinha Santos.

Outro programa musical que ele comandou foi “A grande parada”, no ar pela TV Tupi em 1967 e 1968. Ele era um dos apresentadores ao lado de Neyde Aparecida, Zélia Hoffmann, Betty Faria e Marilia Pera.

Além da TV, Jerry se aventurou pelo cinema. Ele cantou e atuou em “Essa gatinha a minha” (com Peri Ribeiro e Anik Malvil); “Jerry, A grande parada”; e “Jerry em busca do tesouro” (com Neyde Aparecida e os Pequenos Cantores da Guanabara).