Vacinação volta a normalidade nesta Quarta em Ouricuri, diz PNI

De acordo com informações repassadas pelo PNI – Programa Nacional de Imunização Municipal de Ouricuri, por meio do coordenador PAULO LIBÉRIO BÓRGES DE CARVALHO, repassados à nossa redação, a vacinação terá início nesta quarta-feira, 19 de janeiro com os grupos de crianças que possuem doenças neurológicas, síndrome de down e autismo.

Nesta terça-feira, houve uma reunião com os técnicos de enfermagem sobre esse novo grupo de vacinação que são as crianças de 5 a 11 anos.

Com chegada de mais vacinas iremos avançar para as crianças com comorbidades e depois seguiremos para avançando para vacinar as crianças sem comorbidades seguindo a faixa etária decrescente, a partir dos 11 anos de idade até chegar as crianças de 5 anos” disse o coordenador.

Sobre a vacinação de adultos, especialmente as doses de reforço, o coordenador assegurou que os postos do municípios estarão abastecidos a partir dessa quarta-feira (19).

Confira o total de casos, curas e mortes de Covid-19 no dia 10 de janeiro em Petrolina e região

Segundo boletins divulgados na noite do domingo (9) e nesta segunda (10), na área de cobertura do g1 Petrolina já foram registrados 89.005 casos, 85.503 curas e 1.556 mortes.

O estado de Pernambuco totaliza 649.262 infectados e 20.507 óbitos devido à doença, de acordo com o mais recente boletim. Segundo boletins divulgados na noite do domingo (9) e nesta segunda (10), pelas Secretarias Municipais de Saúde, na área de cobertura do g1 Petrolina já foram registrados 89.005 casos, 85.503 curas e 1.556 mortes.

Casos confirmados do novo coronavírus no Sertão de Pernambuco

Após aumento de casos de Covid-19 e da H3N2, Paulo Câmara deve anunciar restrições a festas privadas de Carnaval nesta segunda-feira (10

O aumento nos casos de Covid-19 e da H3N2 em Pernambuco, forçou o Governo para realizar uma reunião do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19 na próxima segunda-feira, 10 de janeiro, marcada para as 14h30 pelo caráter deliberativo. A reunião será comandada pelo governador Paulo Câmara.

A discussão sobre a não realização de eventos públicos no Carnaval será discutida novamente, pois os prefeitos de vários municípios pediram uma regulamentação geral ao chefe do Executivo estadual para nivelar a situação. Nos bastidores da gestão, há uma expectativa de que o governador anuncie restrições também às festas privadas.

Em conversas reservadas, prevalece um argumento de que, diante do avanço da influenza, da Covid-19 e da atual conjuntura sanitária, o mais sensato é começar a restringir por esse setor. Isso acontece, pois há um clamor dos municípios, já externado na reunião promovida pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) com presença de representantes de 150 das 184 cidades, para inibir esses festejos.

Em Pernambuco, mais de 70 municípios anunciaram cancelamento do Carnaval de rua e aguardam novo protocolo em relação às aglomerações, mesmo aquelas com controle de entrada.

Após a reunião, por videoconferência, com a Amupe, na sexta-feira, 7 de janeiro, o secretário estadual de Saúde, André Longo, deixou claro que, na reunião da segunda-feira, uma série de temas serão abordados, inclusive a possibilidade de novas restrições.