Em 24 horas, 30 cidades do Pernambuco recebem cilindros de oxigênios para pacientes com Covid-19

 

Em 24 horas, 30 municípios do Pernambuco precisaram ser atendidos pela Central Emergencial do Fornecimento de Gases Medicinais. Ela começou a funcionar neste sábado (29) para auxiliar cidades do interior do estado após relatos de risco de falta de oxigênio e transferências de pacientes com Covid-19 no Agreste.

Até as 16 horas deste domingo (30), segundo a SES, foram envasados 398 cilindros de oxigênio, totalizando 3.017 metros cúbicos enviados ás cidades.

A central emergencial funciona 24 horas por dia para enviar o insumo ás unidades municipais de saúde. A capacidade total de abastecimento é de 30 mil metros cúbicos de oxigênio, sendo 80 cilindros por hora.

Esse local no Recife que a secretária estadual disponibilizou é emergencial, mas as empresas vão continuar fornecendo o oxigênio, afirmou o presidente do conselho.