FIEPE do Araripe promove curso para empresários do setor gesseiro

A Unidade Regional Sertão do Araripe da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE) realizou, em Araripina, nos dias 20 e 21 de setembro o curso sobre Análise de Custos e Formação de Preços voltado, especificamente, para o setor gesseiro.

A capacitação teve como base o Decreto Lei nº 44.772/2017 do Governo do Estado de Pernambuco que dispõe sobre a antecipação do ICMS sobre as operações com gipsita, gesso e derivados e foi ministrada pelo economista Felipe Dantas Bezerra e teve a presença de empresários do setor gesseiro, contadores e funcionários das empresas do polo.

Para formar os preços baseados na política fiscal que entrará em vigor a partir de 2018, os participantes debateram o texto do Decreto Lei e também aprenderam conceitos sobre o ICMS e a substituição tributária, além dos fundamentos para o custo e a formação de preços que engloba os custos, gastos, despesas, investimentos e desembolsos. Atividades práticas foram desenvolvidas durante as 16h do curso.

A próxima capacitação oferecida pela FIEPE para a região do Araripe será durante o II Seminário de Gestão que acontece em Araripina no dia 22 de novembro e o nome dos palestrantes bem como o tema das palestras serão divulgados em breve.

Filhos de empresários de Trindade sofrem acidente fatal

Hoje, sábado (01) por volta das 04h30 da madrugada, os filhos dos empresários Naldo da Casa de Peças e Nego de Agacyr sofreram um terrível acidente. Um ônibus de passageiro bateu de frente com os jovens que vinham de carro sentido Araripina / Trindade.

O acidente ocorreu próximo à entrada do distrito Lagoa do Barro, os dois não resistiram e faleceram no local. Os passageiros do ônibus sofreram apenas algumas escoriações, mas passam bem.

De acordo informações, o motorista do ônibus cochilou, fazendo com que o veículo entrasse na mão contrária atingindo o carro dos dois jovens.

Empresários norte-americanos conhecem o polo gesseiro e vão exportar produtos do gesso para os Estados Unidos e Canadá

dsc_7518

A Apex Brasil, o SINDUSGESSO e o Centro Tecnológico do Araripe promoveram nos dias 6 e 7 de dezembro o projeto Imagem e Comprador América do Norte do Brazilian Gypsum – ação que incentiva a exportação dos produtos do gesso brasileiro.

Durante os dois dias uma comitiva formada por empresários dos Estados Unidos e Canadá conheceram indústrias do polo gesseiro com o objetivo de saber mais sobre o processo produtivo dos produtos derivados da gipsita brasileira que é considerada a que tem maior grau de pureza no mundo. No dia 6, eles conheceram a Mineradora Rancharia, AM Gesso, Super Gesso, Gesso Trevo, Gesso Fácil e Yeso – todas participantes do Brazilian Gypsum.

A comitiva internacional formada pelos empresários John dos Santos, Gustavo Targa, Bruce Hannel, Renato Fuchs e por Jiroko Rosales, diretora do escritório de desenvolvimento da cidade de Dallas, TX, EUA, assistiu a palestras que destacaram as qualidades do gesso e em seguida participaram de uma rodada internacional de negócios com as empresas do Brazilian Gypsum. Para Geraldo Eustáquio, da Apex Brasil, em um primeiro momento foram movimentados cerca de US$ 50 mil e a expectativa para os próximos 12 meses é que este valor chegue a aproximadamente US$ 150 mil.

Segundo a presidente do SINDUSGESSO, Ceissa Campos Costa, o projeto Imagem e Comprador América do Norte reforça o posicionamento estratégico do sindicato em promover o polo gesseiro com o objetivo de abrir novos mercados consumidores. “Esta primeira fase foi muito produtiva, pois os empresários do polo gesseiro puderam ver que o projeto de exportação está avançando na prospecção de novos mercados. Em 2017 haverá mais uma etapa após as visitas ao México e Colômbia para convidar empresários e investidores destes países para conhecerem o polo”, afirmou Ceissa.

Empresários do polo gesseiro do Araripe participam de rodada internacional de negócios

sindugesso-fiepe

Os empresários que integram o projeto setorial de exportação Brazilian Gypsum promovido pela Apex Brasil em parceria com o SINDUSGESSO participaram nesta segunda, 07, de uma rodada de negócios com representantes de trades que compõem o Conselho Brasileiro das Empresas Comerciais Importadoras e Exportadoras – CECIEx.

O CECIEx reúne empresas que fomentam a cultura de exportação nas empresas e promove os produtos brasileiros em mercados internacionais de modo a aproximar produtores e compradores por meio do projeto Brazilian Suppliers. A rodada de negócios promovida pela Apex Brasil e pelo SINDUSGESSO aconteceu em Araripina – Pernambuco com representantes de trades que visitaram indústrias de calcinação e fabricação de pré-moldados do polo gesseiro do Araripe.

As visitas foram supervisionadas pelo gestor do Brazilian Gypsum, Paulo Fernandes que mostrou os processos de calcinação do gesso revestimento e fundição, a confecção de pré-moldados como placas e blocos, além da fabricação de gessos especiais para áreas médicas como odontologia.

Para a vice-presidente do CECIEx, Damaris Costa, o polo gesseiro do Araripe possui produtos que são necessários para o setor da construção civil em diversos países da África, Ásia e nas Américas. Ela destaca a importância da cultura da exportação nas empresas de pequeno e médio porte. “O empresário precisa compreender que o processo de exportação deve fazer parte da política comercial da empresa de maneira contínua e não apenas em momentos de retração da economia nacional. Por isso as trades oferecem um amplo know how de prospecção de mercado e realização de negócios”, disse.

Durante a rodada de negócios com a participação de Geraldo Eustáquio da Apex Brasil e Ceissa Campos Costa do SINDUSGESSO, os empresários tiraram dúvidas sobre o processo de exportação e também definiram a  capacidade de produção que atenderá aos novos mercados internacionais prospectados. Uma nova rodada está marcada entre os dias 05 a 10 de dezembro também em Araripina com a participação de compradores dos Estados Unidos e Canadá e formadores de opinião dos dois países que conhecerão o polo gesseiro para posterior divulgação no exterior.

Empresários do Araripe participam de oficina sobre práticas de gestão em tempos de crise

DSC_2854

A Unidade Regional Sertão do Araripe da Federação das Indústrias de Pernambuco (FIEPE), realizou dia 06 de abril a oficina “Gestão Empresarial em tempos de crise” com o consultor Marlon Dantas e a presença de empresários de diversos setores da economia regional que participaram do curso buscando mais conhecimento sobre o mercado para traçar novas estratégias de gestão nas empresas.

As temáticas ligadas à crise econômica têm sido debatidas constantemente nos encontros empresarias em todo o país. O setor procura alternativas para manter a produtividade e assim superar o momento de recessão econômica. Durante a oficina estes e outros assuntos foram abordados pelo consultor Marlon Dantas que trouxe exemplos práticos de como melhorar a gestão das empresas no atual cenário.

Os participantes obtiveram mais conhecimentos sobre análise de mercado e concorrência, planejamento de metas, prospecção de novos mercados, avaliação do tripé custo-tempo-qualidade, obtenção e concessão de crédito e outros.

“Todos estes fatores somados ao conhecimento que cada empresário tem do seu negócio faz com que surjam novas maneiras de gerenciar a empresa durante o período de crise”, destaca Marlon Dantas. Ele também reforça que o momento é propício para criar novas oportunidades e identificar novas maneiras de produzir. “Quem está atento às movimentações de seu mercado percebe que existem oportunidades que antes não eram vistas, e que, podem gerar aumento nas vendas e na produtividade”.

O debate entre os participantes da oficina também gerou novas maneiras de analisar o negócio e o mercado de cada um deles através de sugestões e opiniões dos empresários de diversos setores da economia regional do Araripe como mineração, calcinação e fabricação de pré-moldados do polo gesseiro, panificação, têxtil, gráficas e outros.