Manifestantes se concentram em frente ao Palácio do Campo das Princesas

Após realizarem ato em frente à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), hoje, trabalhadores caminharam até o Palácio do Governo, onde se reuniram nesta tarde. Uma comissão formada pelos manifestantes foi recebida pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), e integrantes do Governo do Estado.

O protesto é realizado pela Fetape, MST, CUT, Assocene e Fetaepe. O grupo pede uma resposta a uma pauta com demandas que passam pela Reforma da Previdência, seca, Programa Chapéu de Palha, educação no campo, cadastro ambiental no campo e segurança pública, dentre outros pontos. O ato ocorre na véspera de mobilização nacional para o dia 18 de abril.

No encontro com os trabalhadores, Paulo Câmara deve dar um retorno à pauta entregue no início do mês de abril. (Blog da Folha)

Manifestantes vão às ruas de Ouricuri contra o impeachment da presidente Dilma

oi

Centenas de pessoas contrários ao impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff, se reuniram na manhã dessa quinta-feira (31) na Praça Frei Damião no centro de Ouricuri para um ato pacífico a favor da democracia. Bandeiras, faixas e cartazes encheram as ruas da Capital do Araripe com frases do tipo: mulheres pela democracia; Vai ter luta, Pela democracia e contra a corrupção e não vai ter golpe’.

oi 2

Entre os manifestantes havia dois vereadores do município, Everaldo Valério (PT) e Iran Severo (PT). Se somaram às manifestações Fetape, MST, Sindicatos dos Trabalhadores Rurais de Ouricuri, Santa Cruz, Trindade, Bodocó e outras cidades da região, Fórum de Mulheres da região, ongs, associações, representantes de partidos, como PT e PCdoB, além de simpatizantes ao governo Dilma Rousseff.

O movimento teve inicio às 8h da manhã, quando várias pessoas saíram do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ouricuri com destino a Praça Frei Damião, onde houve o encontro com as demais entidades representativas. De lá, os manifestantes seguiram pela Avenida Antonio Pedro da Silva com destino a Praça da Igreja Matriz São Sebastião, onde várias lideranças e a população fizeram uso da palavra defendendo o governo da presidente do Dilma.

oi 3

Durante o protesto, o diretor da Fetape, Ferrinho do Sindicato, enfatizou a importância do evento popular.  “Estão querendo romper a nossa democracia, a Fetape tem lado, nosso lado é o lado de Lula, não vamos aceitar o retrocesso”, enfatizou