MPPE recomenda à prefeitura de Moreilândia disponibilização de transporte adequado para pacientes de TFD

Imagem ilustrativa da internet

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou à prefeitura de Moreilândia, a criação de um sistema de triagem para cadastramento de usuários do serviço de Transporte Fora de Domicílio (TFD) que não podem fazer uso de veículo de transporte público. Segundo MPPE, pacientes com dificuldades de locomoção devem ter disponível, um serviço com veículo próprio e adequado ao atendimento das necessidades dos pacientes e acompanhantes.

A Prefeitura tem um convênio firmado com o Consórcio Intermunicipal do Sertão do Araripe Pernambucano (Cisape) e fornece o serviço através de passagens em transporte rodoviário.

De acordo com o Ministério, pelo menos dois pacientes que utilizam rotineiramente o serviço de TFD comprovadamente não podem se locomover em veículos de transportes públicos. Isso pode gerar a ausência do paciente no atendimento médico. (Do G1 PE)