Mulher é presa em flagrante por matar a filha de dois meses em Pernambuco

Imagem ilustrativa da internet

Uma mulher de 29 anos foi presa em flagrante na sexta-feira (1º) por assassinar a filha, de dois meses de vida. De acordo com a Polícia Civil, o crime ocorreu na Rua na Rua Bem-Te-Vi, no bairro de Passarinho, na Zona Norte do Recife, no mesmo dia.

Segundo a polícia, a mulher foi autuada por homicídio. A reportagem questionou detalhes do crime à corporação, mas não obteve resposta.

Neste sábado (2), ela vai ser levada para a audiência de custódia. O G1 entrou em contato com o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) e aguarda informações sobre o resultado da audiência. (Do G1 PE)

Após tentativa de estupro contra mulher em Ouricuri, homem é detido pela população

Imagem ilustrativa da internet

Ezequiel de Araújo, de 31 anos, esse é o nome do homem acusado de invadir uma residência e tentar estuprar uma mulher nessa segunda-feira (27) em Ouricuri, no Sertão do Araripe pernambucano. O crime aconteceu por volta de 01 hora da madrugada no Povoado Pradicó, zona rural do município.

Segundo a Polícia Militar (PM), o policiamento foi acionado pela vítima, uma domestica de 30 anos, que teve a identidade preservada. A mulher disse aos policiais que, estava dormindo e acordou com o acusado sobre o seu corpo, tentando estupra-la. Ela relatou ainda que começou a gritar, e acordou familiares que detiveram Ezequiel, amarraram até a chegada da PM.

Mulher é detida por desordens no interior de hospital e por agredir segurança com tapas em Ouricuri

Imagem / Ilustrativa da internet

Maria de Fátima Ferreira Galvão, de 23 anos, foi detida pela Polícia Militar (PM) após praticar desordens na recepção do Hospital Regional Fernando Bezerra e agredir segurança com tapas em Ouricuri, no Sertão do Araripe pernambucano. O episódio aconteceu na terça-feira (31)

Segundo a PM, a mulher foi ao hospital e solicitou atendimento e devido a demora, a mesma passou a fazer desordens na sala de espera. Ao ser orientada pelo vigilante Francis de Jesus, de 40 anos, para melhorar o comportamento a mesma passou a agredi-lo com tapas.

A polícia encaminhou as partes envolvidas á Delegacia de Polícia Civil (DPC) de Ouricuri para os procedimentos Legais.

Homem é acusado de agressão contra mulher em Ouricuri

 

Imagem / Ilustrativa da internet

Antonio da Silva Monteiro, de 35 anos, está sendo procurado pela Policia Militar (PM) do 7º BPM em Ouricuri, Sertão do Araripe. Ele foi acusado pela mulher, uma agricultora de 31 anos de idade, de ter havido agressão (violência doméstica) por parte do homem contra sua pessoa. O fato aconteceu no final da tarde dessa segunda-feira (30) no Sítio Baixio, zona rural do município.

A agricultora procurou a Delegacia de Policia Civil local, onde relatou o caso.  A Polícia Militar foi até o local do crime contra a mulher, no entanto, após várias buscas não localizou o acusado.

Mulher é agredida a golpes de machado pelo próprio irmão em Ouricuri

Uma mulher de 35 anos foi agredida a golpes de machado pelo próprio irmão, nesta quarta-feira (18), no sitio Santo Antônio, zona rural de Ouricuri, no Sertão do Araripe. De acordo com a Polícia Militar, a G.T – 02 de Ouricuri foi solicitada pela recepção do Hospital Regional Fernando Bezerra de Ouricuri sob a informação da entrada de uma mulher vítima de cortes.

Ainda de acordo com a PM, chegando ao local, os policiais foram informados por testemunhas, de que a vítima, e agressor, Murilo Gonçalves dos Santos, 39 anos, solteiro, são irmãos, residentes na mesma casa e se desentenderam por problemas familiares. O homem a agrediu com golpes de machado.

A Mulher foi socorrida para a emergência do hospital de Ouricuri. A Guarnição Tática fez incursões no local e não localizou o indivíduo. Foi confeccionado o B.O e entregue na D.P.C de Ouricuri para serem tomadas as medidas cabíveis. (Por Roberto Gonçalves)

Família carente tem residência destruída por fogo em Ouricuri; mulher pede ajuda para reconstruir seu lar

Um jovem adolescente de 17 anos, ateou fogo na residência onde vivia com seus familiares, irmãos, sobrinhos, mãe e padrasto, na Rua Fabrício Rodrigues da Silva no bairro Santo Antonio em Ouricuri, no Sertão do Araripe. O crime foi praticado por volta das 10h30 do último sábado (14).

Segundo dona Maria do Socorro Calixto da Silva, mãe do menor infrator, o filho chegou a casa com sintomas de embriaguez e de ter usado maconha e praticou o ilícito. “Ele chegou em casa me pedindo um facão, dizendo que iria pra Casa de Reboco, que queria a arma, pois tinha alguém querendo lhe matar, como neguei a arma, ele ateou fogo em colchão que se alastrou por toda a casa”, declarou a mãe.

Maria do Socorro contou a nossa reportagem que, no momento do incêndio, cinco pessoas estavam no interior da residência, incluindo três crianças, mas ninguém ficou ferido. A casa e tudo que continha nela, móveis, utensílios, eletrodomésticos, roupas e documentos foram destruídos pelas chamas.

As pessoas que queiram fazer alguma doação para reconstruir o lar de dona Maria do Socorro, pode procurar a mesma, que está abrigada na casa de um amigo, que fica em frente a casa destruída, na Rua Fabricio Rodrigues da Silva no bairro Santo Antônio em Ouricuri ou no Mercado do Povo, também no Santo Antônio.

A Igreja Adventista do Sétimo Dia de Ouricuri, através da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) está sendo voluntário nos trabalhos e ajudando na arrecadação das doações para a família. Ajude deixando a sua doação na ótica Canaã, na Rua da Delegacia Civil no centro da cidade ou ligando para (87) 9 9607-4629 (WhatsApp), falar com José Carlos.

Mulher de 40 anos comete o suicídio por enforcamento em Bodocó

Lucineide Cordeiro Lacerda, conhecida como NEIDE, de 40 anos, cometeu o suicídio por enforcamento nesse domingo (01) em Bodocó. O ato foi praticado no turno da manhã na Rua João Batista no centro da cidade.

Segundo a Polícia Militar (PM), familiares disseram que a mulher foi encontrada  pendurada por uma corda “enforcada” dentro da própria residência. A Polícia Civil foi acionada até o local, onde realizou a liberação do corpo.

Mulher procura por irmão desaparecido no domingo (20) no Ipsep em Ouricuri

Rodevania Bezerra Barros, conhecida como Amélia, procurou o programa Tribuna do Povo nesta quarta-feira (23) para relatar o desaparecimento de seu irmão, Rodrigo Bezerra Barros, “Rodrigo operador de máquinas que trabalha na prefeitura” (foto). O desaparecimento se deu no inicio da noite do último domingo (20).

Segundo Amélia, crianças presenciaram o episódio, Rodrigo atendeu uma ligação, saiu para a esquina da rua de sua casa, que fica no bairro do Ipsep em Ouricuri, quando dois homens desembarcaram de um carro branco e um dos ocupantes do veículo disparou um tiro em sua direção, quando Rodrigo saiu em disparada e não mais foi visto.

Amélia disse também que, na segunda-feira (21), o pai de Rodrigo, encontrou a camiseta, boné e sandálias nas proximidades do local da perseguição, daí pra cá ninguém mais soube de notícia de Rodrigo. Perguntado pela reportagem se ele (Rodrigo) tinha algum desafeto, Amélia disse que não, que ele tinha apenas uma separação mal resolvida, que estavam em processo de separação.

Para Amélia, o desaparecimento é um mistério, e a família se encontra desesperada sem saber notícia de seu paradeiro. Declarou ainda que já procurou na delegacia, cadeia, hospital e batalhão de polícia, no entanto, ninguém tem notícia de seu irmão. Ela declarou que ainda nessa manhã iria procurar ajuda da Polícia Civil da cidade.

Caso você tenha visto Rodrigo Bezerra, entre em contato com os familiares: 87 99173 3500 ou 996125594.

Ouça:

No Recife, mulher mata marido após ele arrancar pênis de filho com a boca

Um caso bárbaro chocou a população pernambucana, nesta quinta-feira (27). Uma mulher matou o marido após ele mutilar o próprio filho com os dentes. A criança, de dois anos, é filho do casal e teve o pênis arrancado.

Presta depoimento na Central de Plantões da Capital, no bairro de Campo Grande, a filha da mulher, que presenciou a mãe matar o padrasto Cláudio Oliveira da Silva, 28 anos, na madrugada desta quinta-feira.

O caso aconteceu por volta 3h, no bairro de Nova Descoberta, na Zona Norte do Recife. A mulher conta que acordou com os gritos do marido que ameaçava estuprar o filho de dois anos. Para proteger a criança, a mulher, que não teve o nome revelado, esfaqueou o marido, com quem tinha um relacionamento de cinco anos.

“Ele se acordou gritando, agarrado no travesseiro, dando glória, gritando muito o nome de Deus”, relatou a mulher, dizendo que o casal parou para rezar e voltou a dormir. “Quando a gente deitou ele começou a gritar ‘sai daqui, demônio. Sai. Você está querendo me matar’”, completou a mulher.

Segundo a mãe da criança, ela abriu as portas de casa rapidamente e saiu com os filhos. A mulher contou ainda que o homem caiu do batente da cozinha. “Daqui a pouco ele voltou dizendo que o diabo estava mandando ele morder o meu filho e matar”, relatou a mãe da criança mutilada.

A mulher, grávida de 5 meses, tem outros três filhos, entre 10 e 14 anos, de um relacionamento anterior.

Confira os detalhes na reportagem de Suellen Fernandes:

Estado de saúde da criança

Ela disse que o companheiro era agressivo e já tinha registrado queixa contra ele na delegacia. O menino passou por cirurgia no Hospital da Restauração, na área central do Recife, e o procedimento durou duas horas. Ele teve o pênis reconstruído.

Como a mãe está na Central de Plantões, a criança está com uma tia se recuperando. Depois, o menino passará por exames. (Rádio Jornal)

Mulher é vítima de estupro no Sítio Pau Ferro em Salgueiro

imagem ilustrativa / internet

Uma mulher, de 22 anos, foi estuprada no Sítio Pau Ferro, na Zona Rural de Salgueiro. De acordo com a Polícia Militar, o registro foi feito nesta sexta-feira (7), mas a ocorrência teria acontecido no dia anterior.

A vítima declarou que seguia pela Vila de Pau Ferro com o cunhado quando um homem apareceu e começou a agredi-la. O autor do estupro teria rasgado as roupas da moça e estuprado-a. O cunhado da mulher, que presenciou o crime, fugiu pela caatinga.

A mulher relatou ainda que ficou desacordada e que ainda foi socorrida pela mãe do agressor e pelo cunhado. Mesmo com a presença de outras pessoas, o autor do estupro ainda retornou e tentou agredi-la novamente com um pedaço de madeira. O criminoso foi localizado após denúncia e preso em flagrante. (G1 Petrolina)