Polícia prende homem que estuprou filha de 14 anos

O Auto de Prisão em Flagrante contra Gilvando Vicente da Silva, de 49 anos, foi protocolado na manhã desta segunda-feira (02) na Comarca de Mauriti. O mesmo foi flagranteado por porte ilegal de arma de fogo, mas tinha contra si um mandado de prisão em aberto por ter estuprado sua própria filha então com 14 anos, proferido ameaças contra familiares e ateado fogo na casa do irmão. Tudo isso aconteceu em março de 2011 na Vila Padre Cícero na zona rural de Milagres.

Ele já tinha sido preso no dia 17 de março daquele ano, mas, depois, conseguiu fugir da cadeia pública de Brejo Santo. Gilvando foi recapturado por policiais civis das delegacias de Aurora, Mauriti e Milagres cumprindo mandado judicial expedido pela Comarca de Brejo Santo em março de 2014. A polícia descobriu o seu paradeiro entre uma casa no Sítio Coité na zona rural de Mauriti e outra moradia no município de Ibiara (PB), estando agora na cadeia pública de Juazeiro.

Quando chegaram na sua casa em Mauriti os policiais o encontraram com uma espingarda artesanal e várias aves silvestres. A primeira prisão de Gilvando, em março de 2011, aconteceu perto do Posto de Combustível Esso às margens da BR-116 em Milagres. Segundo denunciou a própria esposa Maria Izaldete Fernandes da Silva, o mesmo abusava sexualmente de sua filha menor na época com 14 anos. Antes da fuga, Gilvando ameaçou familiares e ateou fogo na casa do irmão Francisco Nunes da Silva. (Fonte: Miséria)