Advogado reclama de acúmulo de lixo na Travessa Antônio Ferreira Lins no Centro de Ouricuri

Em nota enviada ao blog do Cariri Filho, o advogado Leandro, reclama do acúmulo de lixo na Travessa Antonio Ferreira Lins, no Centro de Ouricuri, cidade localizada no Sertão do Araripe pernambucano. O advogado lamentou a situação e declarou que já reclamou da situação na prefeitura e até em página pessoal do Facebook, no entanto, nada foi feito, o lixo continua espalhado no meio da rua.

Acompanhe o relato do advogado:

”Bom dia Cariri!

Aqui é Leandro Benício, sou advogado e tenho residência na Travessa Antônio Ferreira Lins, Centro, Ouricuri. Há alguns dias os poucos moradores dessa travessa e as demais pessoas que por aqui transitam, sofrem com o lixo espalhado pelo meio da rua, onde se incluem restos de comida dos quiosques e mercadorias estragadas de um supermercado, além de esgotos acumulados em entulhos de obras. O fato é que, tal situação tem provocado um desconforto, uma vez que, enquanto moradores não podemos permanecer com janelas abertas, haja vista a grande quantidade de moscas e insetos em geral. Além disso, é grande a quantidade de cachorros e gatos que aqui se alimentam, num risco iminente à saúde pública. Já cobrei perante a Prefeitura, como pode ser observado na minha página no Facebook, onde postei uma foto e pedi providências, mas nada foi feito, embora tenha se passado quase um mês. Tal fato se torna mais revoltante quando se percebe pelo portal Tome Contas que, o município de Ouricuri em 2017 já pagou mais de 3 milhões de reais para uma empresa que teoricamente seria responsável por recolher o lixo. A situação do lixo, contudo, é vergonhosa em nossa cidade. Qualquer bairro que você for é visível que o lixo está tomando conta da cidade. Dessa forma, faço-lhe um apelo no sentido de divulgar as imagens que lhe encaminho e solicito ação das autoridades estaduais e municipais, inclusive a Câmara Municipal. Agradeço pelo espaço e continue fazendo esse belo trabalho por Ouricuri, as pessoas honestas lhe agradecem!”

População reclama de esgoto a céu aberto no São Braz em Ouricuri

Moradores da Rua Antonio José de Souza no bairro Capela de São Braz em Ouricuri, no Sertão do Araripe, reclamam de um esgoto a céu aberto na localidade. O esgoto está jorrando livremente na rua à mais de uma semana.

Um morador da rua declarou que o problema já foi levado ao conhecimento da secretaria de Obras, “uma equipe foi até o local, no entanto, não resolveu o problema, no outro dia o problema persistia”, declarou.

As reclamações na imprensa local contra a gestão do prefeito Ricardo Ramos (PSDB) são inúmeras, no entanto, nem o prefeito, nem o seu secretariado se pronunciam sobre o assunto.

Todos os dias, os principais jornais populares das rádios de Ouricuri, ouvem os anseios da população, as reclamações são, desde a falta medicamentos e médicos nos postos de saúde até a falta de pagamento aos servidores contratados do município.

Em pronunciamento, Odacy Amorim reclama de preços de combustíveis vendidos no Sertão e comemora início das chuvas na região

Em pronunciamento no Pequeno Expediente desta terça (14), o deputado Odacy Amorim (PT) denunciou a alta no preço dos combustíveis vendidos em Petrolina, no Sertão. O parlamentar solicitou ao Governo do Estado que acompanhe a situação, uma vez que a população da localidade estaria pagando cerca de R$4,50 pelo litro da gasolina, valor superior ao praticado por postos de outros municípios.

“Faço um apelo ao governador para que fiscais do Estado acompanhem este tema. Sei que a questão passa pela livre negociação do mercado, mas é preciso verificar se a distribuidora tem cobrado mais caro para abastecer a região”, pontuou.

Por fim, o parlamentar comemorou o início das chuvas no Sertão. Segundo o petista, o distrito de Rajada, em Petrolina, e outras áreas registraram, recentemente, índices satisfatórios de precipitações. Ele defendeu, no entanto, maior discussão sobre o uso das águas armazenadas nas barragens. “Em 2004, a Barragem de Sobradinho encheu com um bom volume de chuvas, mas a concessionária aumentou a vazão para produzir mais energia. Ao final do ano, o reservatório tinha apenas 25% de sua capacidade”, lamentou. (Da Alepe)

Comunitário reclama falta de dentista no PSF do Jatobá, zona rural de Ouricuri

A população do povoado Jatobá, Passagem das Pedras, Sítio Pensamento e outros mais, na zona rural de Ouricuri, estão sendo prejudicados com a falta de médico odontologista (dentista) no Posto de Saúde da Família (PSF) do povoado Jatobá.

Segundo relatos do comunitário Junior Viana de Passagem das Pedras, a falta do profissional já perdura por cerca de cinco meses e insatisfeito com a situação, Junior, procurou a imprensa local e solicitou da gestão municipal retorno do profissional para o Jatobá.

Comunitária do Renascença em Ouricuri cobra coleta de lixo na Rua Luiz Gonzaga

Em contato com o blog nesta manhã (quarta-feira, 01), a comunitária identificada com Girlandia solicitou que a Prefeitura Municipal de Ouricuri através da secretaria de Obras e Urbanismo realize a coleta do lixo na Rua Luiz Gonzaga no bairro Renascença.

Segundo Girlandia, o lixo da citada rua só foi retirado quando a prefeitura realizou o mutirão para limpar a cidade. (início do mês de janeiro), depois disso, segundo ela, a carro da coleta não passou mais na localidade.

Inconformada e incomodada com o lixo no meio da rua, Girlandia disse, que  as ruas de Ouricuri que não são calçadas ou asfaltadas vivem um verdadeiro descaso.

A mulher nos enviou imagem do local e afirmou que esse tambor azul que aparece na imagem acima, ela mesma teve que comprar pra o lixo não ficar jogado no meio da rua.

Morador reclama de esgoto a céu aberto a mais de 2 meses em Ouricuri

20160725_144354

O comunitário João Batista, da rua Antônio Valdecir de Aquino no bairro Santo Antônio em Ouricuri, nos contatou reclamando de um esgoto estourado a mais de 2 meses. Segundo ele, a água do esgoto chega a cobrir a calçada da residência e adentrar no interior do recinto.

O morador ainda relatou, que existe pessoas idosas no local e se sentem mal com o cheiro provocado pelos dejetos do esgoto: “a mais de 2 meses essas pessoas convivemos com isso, pedimos que algo seja feito o mais rápido possível”, disse.

20160725_144420 (1)

O residente da rua classificou a situação como um caos da qual não é dada nenhuma importância: “o medo é constante de contrairmos alguma doença ”, relatou.

João pede que as autoridades municipais tomem providências para sanar o problema, pois não aguentam mais conviver com esses transtornos todos os dias. O Blog deixa o espaço aberto, para que a Secretaria de Obras possa se explicar os fatos abordados neste meio de comunicação.

Morador reclama da obra inacabada do Centro de Reabilitação no Renascença em Ouricuri

13618033_1701674520083543_1389341850_n

Antônio da Silva Alencar, conhecido popularmente como Citoin, morador do bairro do batalhão, revoltado com o descaso da prefeitura municipal para com a população ouricuriense, reclama da obra inacabada do Centro de Reabilitação para Dependentes Químicos naquele bairro, segundo ele, a construção está parada e só está servindo para juntar: ratos, baratas, cobras e outros tipos de insetos, o mesmo ainda disse que outras pessoas também reclamam da situação.

Citoin ainda comentou de outra obra que está parada no bairro e falou que tem convicção que não ocorrerá o término da mesma até o final da gestão atual, mas pede que a prefeitura tenha responsabilidade e resolva o problema: “infelizmente sabemos que esta obra não terá fim nesta gestão, temos também outra construção aqui no bairro inacabada e agora essa aí”, disse.

Para o comunitário, o dinheiro investido na obra, que beneficiaria muitas pessoas foi jogado fora e apenas lamenta pela irresponsabilidade da gestão municipal. Ele ainda disse, que onde anda só ouve reclamações: “queria ver Ouricuri crescendo e que tivesse oportunidades para as pessoas, mas o que vemos é o nosso dinheiro ser jogado fora”, falou.

Comunitária da Rua Nemesio Castor no bairro Santa Maria reclama de esgoto e matagal

Em contato com o programa Tribuna do Povo, a senhora Ana Maria reivindicou melhorias para a sua localidade, localizada na Rua Nemésio Castor no bairro Santa Maria em Ouricuri. Segundo ela, é preciso que seja feito roço no matagal que fica no meio de um esgoto que se encontra a céu aberto.

Ana disse que à noite pessoas ficam rondando à localidade e causa aos moradores insegurança e medo: “não posso sair à igreja e chegar tarde; tenho que escolher entre ficar em casa ou sair e ariscar a minha vida. A segurança nessa rua é zero”, falou.

A comunitária disse que já procurou a Secretaria de Obras e até mesmo o prefeito do município, mas nenhuma atitude foi tomada por parte deles. Ana Maria declarou que a situação que se encontra na localidade é um verdadeiro descaso: “pedimos que os órgãos competentes possam se manifestar e resolver o problema, não aguentamos mais, aliás, não sabemos a quem mais recorrer”, pontou.

O Blog fica à disposição para que a Secretaria de Obras possa se posicionar a respeito do caso .