Portal de entrada da cidade de Ouricuri cai no abandono do prefeito Ricardo Ramos

A placa de boas vindas à cidade de Ouricuri, no Sertão do Araripe, sentido Santa Cruz/Ouricuri, está caindo aos pedaços, é o que mostra a imagem que foi enviada ao blog através de um internauta da cidade no último sábado (16).

O internauta que preferiu não ter sua identidade revelada no blog, por medo de represálias do governo municipal, declarou que é triste ver sua cidade abandonada em pleno mês dezembro, época de confraternizações e de celebração do nascimento de cristo e desabafa, “não entendo o porque do tamanho descaso, quem deveria cuidar da cidade, das entradas da cidade que é o caso,  não está dando a minima para a nossa querida Ouricuri. A terra dos Voluntários da Pátria continua esquecida, sem gestão voltada pra sua gente”.

O leitor continuou a dizer, “Ouricuri merece respeito, não existe uma luz natalina em toda a cidade, nada que lembre o nascimento de cristo, parece que essa data nada representa para o gestor do município”.

Transparência do primeiro ano da Gestão Ricardo Ramos em Ouricuri é pior que 2016, mostra levantamento do TCE

Imagem: Arquivo do blog

Levantamento realizado pelo Tribunal de Contas do Estado mostra uma evolução no nível de transparência dos municípios pernambucanos em 2017, em comparação aos números do ano passado.

O trabalho foi realizado pelo Núcleo de Auditoria Especializadas do TCE, por meio da Gerência de Auditoria de Tecnologia da Informação, em parceria com o Departamento de Controle Municipal, com o objetivo de estimular a transparência pública e tornar mais efetivo o controle social e o exercício da cidadania.

O estudo, produzido anualmente desde 2015, foi elaborado a partir de um diagnóstico dos portais de transparência das 184 prefeituras do Estado, feito entre os meses de maio e novembro deste ano. Para cada portal avaliado foi calculado o Índice de Transparência dos Municípios de Pernambuco –  ITMpe,  que pode variar entre zero e 1.000 pontos. De acordo com o valor obtido, os portais são classificados em cinco níveis de transparência, Desejado, Moderado, Insuficiente, Crítico e Inexistente.

Segundo o levantamento, o número de prefeituras enquadradas nos níveis Desejado e Moderado de transparência aumentou, passando de 79 em 2016 para 101 este ano. 55 municípios (30%) ampliaram o seu nível de transparência, 92 (50%) permaneceram na mesma situação de 2016 e 36 (20%) apresentaram uma diminuição na pontuação do índice, segundo a metodologia adotada pelo TCE. As cidades do Recife e de Jaboatão do Guararapes foram as únicas que alcançaram o nível Desejado de transparência.

RANKING – No ranking dos municípios que ocupam as 10 melhores posições estão Recife, Jaboatão dos Guararapes, Garanhuns, Gravatá, Brejinho, João Alfredo, Calçado, Olinda, Cabrobó e Taquaritinga do Norte.

Já as prefeituras de Maraial, Exu, Carnaubeira da Penha, Vitória de Santo Antão, Betânia, Catende, Água Preta, Ribeirão, Santa Maria da Boa Vista e Tracunhaém ocupam as dez piores colocações no ranking, apresentando níveis muito baixos de transparência, não permitindo um controle social minimamente satisfatório. Destas, três não dispõem de portais de transparência, estando enquadradas no nível inexistente (nota zero). São elas: Ribeirão, Santa Maria da Boa Vista e Tracunhaém.

Confira o resultado do levantamento para os dez municípios da Região do Araripe:

Em 2016, último ano da gestão do ex-prefeito Cezar de Preto, Ouricuri se posicionou bem melhor que atualmente, ficou com a pontuação 436, número considerado insuficiente. Em 2017, primeiro ano da gestão do atual governo, Governo Ricardo Ramos, a transparência cai, passando de Insuficiente para Crítico, ou seja, na pontuação, caiu de 436 para 128.50, em relação a todos os municípios do estado, atualmente, Ouricuri ocupa a posição 166, em 216 era, 105.

O Tribunal de Contas do Estado avalia esses municípios com menor índice de transparência como aqueles que apresentam maiores problemas de gestão. Lamentável essa realidade para a Terra dos Voluntários da Pátria.

Vereadores de Ouricuri aprovam contas de 2010 do prefeito Ricardo Ramos

Em sessão extraordinária realizada na manhã dessa quinta-feira (16) na Câmara Municipal de Ouricuri, (Casa Rodrigo Castor), os parlamentares aprovaram por unanimidade as contas do exercício financeiro de 2010 do prefeito Ricardo Ramos (PSDB).

Compareceram 14, dos 15 parlamentares, com a ausência apenas do vereador Dida, que teve sua ausência justificada.

Na sessão, foi apresentada a leitura do relator, vereador “Galego”, que deu o parecer favorável às prestações de conta que chegou a Casa Rodrigo Castor recomendando a aprovação com ressalvas.

Câmara vai votar prestação de contas do exercício financeiro de 2010 do prefeito Ricardo Ramos nesta 5ª

Será votada em sessão extraordinária a partir das 10 horas da manhã desta quinta-feira (16) na Câmara Municipal de Ouricuri (Casa Rodrigo Castor), a prestação de contas da prefeitura municipal de Ouricuri, referente ao exercício financeiro de 2010 do prefeito Ricardo Ramos.

O Tribunal de Constas de Estado (TCE) enviou as contas para apreciação e votação da Casa Legislativa Municipal com a orientação de aprovação com ressalvas.

Projeto do prefeito Ricardo Ramos visa cobrar mais imposto dos ouricurienses

O prefeito de Ouricuri, Ricardo Ramos (PSDB), enviou projeto à Câmara Municipal, no qual solicita alterar a Lei 1.323/2014, que dispões sobre a cobrança do imposto sobre serviços de qualquer natureza na “Terra dos Voluntários da Pátria”.

O documento foi apresentado na sessão ordinária da última terça-feira (07) na Casa Legislativa Rodrigo Castor, no entanto, o vereador Everaldo Valério (PT) pediu vista, e também sugeriu que fosse realizada uma Audiência Pública para debater o projeto com a população.

Para Everaldo Valério, o projeto vai trazer prejuízo aos ouricurienses e declarou, “a população está vivenciando uma grande crise, e daí ser obrigada a pagar mais impostos, eu não concordo com esse projeto, a população não pode pagar mais tributos do que já paga” disse.

Julgamento de processo contra Ricardo Ramos é adiado mais uma vez no TRF em Recife

Francisco Ricardo Soares Ramos (PSDB) foi condenado no processo de Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa (n° 000348-72.2013.4.05.8309). A sentença foi deferida pela Justiça Federal da 5ª Região / 27ª Vara Federal de Ouricuri em 26 de agosto de 2016. Como se tratava de uma decisão de primeiro grau, o processo coube recurso.

O Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª Região marcou para o dia 21 de setembro, como sendo a data para o processo entrar na pauta da sessão do órgão, no entanto, não foi colocado na pauta daquele dia.

O processo estava na pauta da sessão da última quinta-feira (28 de setembro), e após o voto do relator, que negava provimento a apelação, pediu vista o desembargador federal Élio Siqueira Filho. Aguarda o desembargador federal Leonardo Resende.

Participaram do julgamento excelentíssimos senhores: Desembargador federal Leonardo Resende Martins (conv. Desembargador federal Roberto Machado), Desembargador federal Alexandre Luna Freire e Desembargador federal Élio Wanderley de Siqueira Filho.

Após esse pedido de vista, a expectativa é que esse processo volte na pauta da próxima sessão do Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª Região.

Julgamento do processo referente a “Carnaval Fora de Época” em Ouricuri contra Ricardo Ramos será em 21 de setembro

Francisco Ricardo Soares Ramos (PSDB) foi condenado no processo de Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa (n° 000348-72.2013.4.05.8309). A sentença foi deferida pela Justiça Federal da 5ª Região / 27ª Vara Federal de Ouricuri em 26 de agosto de 2016. Como se tratava de uma decisão de primeiro grau, o processo coube recurso.

O Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª Região marcou para o dia 21 de setembro, como sendo a data para o processo entrar na pauta da sessão do órgão. Se condenado em segunda instância, o ex-prefeito que foi reconduzido ao posto nas eleições de 2016 poderá ser afastado de suas funções administrativas do poder público municipal.

Essa ação foi impetrada na justiça pelo município de Ouricuri e pelo Ministério Público (MP).

Gildejânio Melo diz que está na expectativa de melhora do governo Ricardo Ramos em Ouricuri

O vereador Gildejânio Melo (PSD) afirmou ao blog que está torcendo para que o prefeito de Ouricuri, Ricardo Ramos (PSDB), acerte nesse mandato, afirmando que ele, o prefeito, foi derrotado no passado porque algo aconteceu de errado.

Gildejânio desmentiu os rumores de rompimento entre o Grupo Melo e o grupo do prefeito Ricardo, como também disse ser inverídica as informações que circulam na cidade, as quais apontam para uma possível renuncia do mesmo ao seu cargo no legislativo.

Quando questionando sobre se ele está satisfeito com a administração do atual prefeito, Gildejânio disse: “Nós estamos na expectativa de uma melhora, eu acredito que ele irá acertar, estamos vendo que está começando várias obras e a gente está aguardando”.

Gildejânio Melo está no terceiro mandato consecutivo e é irmão da vice-prefeita, Doutora Gildevânia Melo.

Cicero de Euclides pode migrar para bancada do prefeito em Ouricuri

Depois de muitas conversas de bastidores, as quais davam conta que o vereador Cicero de Euclides havia deixado a bancada de oposição e migrado para a de situação na Câmara Municipal de Ouricuri (Casa Rodrigo Castor), o vereador declarou que ainda não mudou de bancada.

Segundo afirmou Cicero ao blog, já houve uma conversa sobre o assunto com o prefeito Ricardo Ramos, no entanto, nada ficou definido ainda, ele declarou que o prefeito está viajando e após o seu regresso ao município voltarão a conversar sobre a pauta.

Cicero disse que para mudar para bancada do prefeito, é necessário apenas que o gestor se comprometa em levar ações para o município e especialmente para o bairro Santa Maria, bairro no qual ele reside.

Vereador Alex Bar migra para bancada do prefeito em Ouricuri

ALEX BAR

Eleito pela terceira vez vereador do município de Ouricuri, o vereador Alex Bar (PRB) que militou durante os quatro anos (2013/2016) ao lado do ex-prefeito Cezar de Preto (PSB) migrou para o grupo do prefeito eleito Ricardo Ramos.

Segundo o próprio parlamentar, o prefeito Ricardo Ramos lhe fez o convite pessoalmente e o mesmo aceitou, pois segundo ele, pretende trabalhar de forma unificada para beneficiar o povo de Ouricuri.

Alex disse que Ricardo Ramos se mostra mais experiente em seu segundo mandato como prefeito de Ouricuri e declarou esperar do gestor um trabalho de maneira mais correta possível para os ouricurienses.

Além de Alex Bar, os vereadores Galeguinho Dantas (PR) e Galego (PCdo B) também migraram para a bancada de situação na Câmara Municipal.