Jovem é preso acusado de agredir a avó no Santo Antonio em Ouricuri

Imagem ilustrativa da internet

Geovane Ribeiro da Silva, de 32 anos, foi acusado de ter praticado agressão física contra a sua avó, uma senhora de 70 anos, moradora do bairro Santo Antonio em Ouricuri, no Sertão do Araripe.  Segundo a Polícia Militar (PM), o crime aconteceu na noite de quarta-feira (13).

Ainda de acordo com a PM, parentes dos envolvidos alegaram que o Geovane Ribeiro encontrava-se com sintomas de embriaguez alcoólica, e ao ser aconselhado pela sua avó (vítima), o mesmo passou a agredi-la fisicamente.

Comunitários reclamam de lixo, matagal e esgoto a céu aberto no Santo Antonio em Ouricuri

Moradores da Travessa da Rua de Taipa no Santo Antonio em Ouricuri estão indignados com esgoto a céu aberto, lixo sem ter local adequada para a coleta e o matagal que está enorme nos arredores da comunidade.

Segundo o senhor Reginaldo, morador da travessa, a situação está precária, ele lembrou que a gestão passada quando em campanha prometeu e durante a gestão nada fez pela melhoria do bairro, acrescentando que a esperança agora é o novo gestor.

Já Dona Iris Maria disse que, além do esgoto a céu aberto, o lixo é jogado no meio da rua e que a coleta do lixo é realizada apenas uma vez na semana, ela pediu providências também no sentido de que haja o roço do matagal que está nas proximidades das casas na comunidade.

Dona Iris disse ainda que naquela tarde, o prefeito Ricardo Ramos havia passado no local e viu toda a problemática, e que nem parou o carro, mas quando recebeu as cobranças dos moradores disse que a partir de amanhã (terça-feira, 25), o problema do esgoto seria resolvido.

PSF do Santo Antonio é fechado por falta de pagamento; proprietária fechou até receber débito

O Posto de Saúde da Família (PSF) I do bairro Santo Antonio em Ouricuri foi fechado por falta de pagamento, a proprietária do imóvel ao saber que a gestão estava articulando mudar de prédio sem quitar o débito, decidiu colocar cadeado no portão para assegurar o recebimento dos meses pendentes.

O blog foi ao local e lá conversamos com vizinhos, os quais confirmaram a procedência da informação, no entanto, não conseguimos contato com a proprietária do imóvel.

Segundo os moradores do bairro, o PSF foi fechado na quinta-feira (20) e desde então as famílias da localidade estão sem atendimento. O prédio era alugado desde a gestão do ex-prefeito Cezar de Preto (PSB) e desde o inicio da gestão do atual prefeito que a proprietária não recebe o aluguel.

Comunitária reclama de vazamento de água da Compesa no Santo Antonio em Ouricuri

vazamento de água no santo antonio

Em contato com o Farol do Araripe nesta manhã (25 de julho), uma comunitária que reside na Travessa Antonio Valdecir de Aquino, no bairro Santo Antonio em Ouricuri, no Sertão do Araripe, solicita encarecidamente a presença da Compesa para sanar um vazamento de água na localidade.

A mulher declarou que por várias vezes já entrou em contato com a Compesa e que a empresa sempre promete o conserto, mas nunca aparece para solucionar o problema, acrescentando que na última segunda-feira (18) vieram até o local, no entanto o vazamento não foi sanado, “ficando foi pior do que estava”, disse.

Segundo a comunitária, esse vazamento é antigo, pois ela reside na citada travessa, há quatro anos e desde que chegou à localidade o vazamento já existia.

“Agora está de mais, pois o vazamento está junto do lixo que é junto na travessa, assim a pessoa ficar indignada, acho um desrespeito e uma desmoralização com a cara da pessoa”, declarou.

Com a palavra, à Compesa.

Após reclamações, prefeitura começa tapa-buraco em crateras em duas ruas do Santo Antonio

obra 2

A Secretaria de Obras através da Prefeitura Municipal de Ouricuri começou a obra de recuperação das ruas Baldomiro Pedro da Silva e Pedro de Aquino no Santo Antonio em Ouricuri.

obra 1

Moradores das duas ruas haviam criticado a situação na qual as ruas se encontravam no Programa Tribuna do Povo na Cultura FM. Nos locais, pessoas já haviam tido prejuízos, onde por várias vezes motoristas perderam pneus.

Após as inúmeras reclamações, na manhã dessa terça-feira (31) presenciamos a Secretária de Obras do município cumprindo com o seu dever.

Cratera encomoda transeuntes no Santo Antonio

f0c429b9-cb6d-45a8-82e8-45faffc1f474

Moradores da Rua Baldomiro Pedro da Silva no Santo Antonio em Ouricuri, reclamam de uma enorme cratera no meio da via pública. A situação é vergonhosa, moradores da localidade relataram que veículos já estouraram pneus na via.

Veículos passam no local com muito cuidado pra não terem prejuízos, sem falar que carros baixos arrastam, devido à profundidade da cratera. A preocupação de muitos é que haja algum acidente fatal na via.

Sem saber o que fazer, os moradores contataram o blog para expor o verdadeiro descaso para com a população residente desta rua. Os comunitários pedem a Secretaria de Obras do município que resolva o quanto antes esse problema: “não aguentamos mais essa cratera em frente a nossas casas, a minha preocupação é que aconteça algum acidente. Sabemos que os órgãos competentes só tomam alguma atitude quando  acontece uma fatalidade”, disse uma moradora.

Comunitários do Santo Antonio em Ouricuri têm residências tomadas por água e lama

sta 4

Na Rua Edgar Pedro de Aquino, a comunitária Aparecida ficou perplexa com a enchente de água com lama que tomou todos os cômodos de sua casa, a mulher pediu providências ao poder público, “quero aqui pedir ao poder público que tome providências no sentido de realizar ações estruturadoras para trazer tranquilidade às pessoas dessa rua na época das chuvas”

sta 1

A mesma cena foi vivida por vários moradores da Rua Maria Alves de Souza Aquino, também no bairro Santo Antônio. Já nas ruas Genivaldo de Aquino e Givaneide Aquino os comunitários reclamaram de um riacho de esgoto que passa por trás de algumas residências, invadindo o muro das casas e em alguns pontos das ruas, o córrego de esgoto passa em frente das residências.

sta 2

Os comunitários disseram que quando em campanha, Cezar de Preto prometeu em realizar ações na localidade para acabar com o problema dos moradores, mas como é visto pelos moradores da localidade a realidade é outra. Já passados três anos do governo, a promessa ainda não virou realidade.