Vereadores de Garanhuns têm direito a 250 litros de combustível por mês

 

 

Por meio de nota, a Casa Legislativa esclareceu que “não foi criada nova despesa com a instituição do Ato nº 001/2022, que define o custeio de despesas com combustível até o limite de 250 litros mensais, por Gabinete Parlamentar”.

“Em janeiro de 2021, também através de Ato expedido pela Mesa Diretora, foi regulamentado o custeio das despesas com combustíveis, referente ao exercício do Mandato, até o limite de R$ 1,5 mil mensais, por Gabinete Parlamentar. Ocorre que por conta da majoração/oscilação no valor dos combustíveis registrados no decorrer do ano passado, decidiu-se em optar pelo limite do custeio em litros de combustível e não em valor monetário”, informou a Câmara.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.